Sistema blockchain para mercado imobiliário da Suécia foi testado com sucesso


A autoridade de registro de terras da Suécia e um grupo de bancos, empresas e startups participantes completaram a terceira fase de um piloto de blockchain em andamento.

Foi anunciado sexta-feira que a Lantmäteriet passou no checkpoint de testes com a ajuda de vários parceiros. Entre elas estão as empresas financeiras SBAB Bank e Landshypotek, a startup blockchain ChromaWay, a consultoria de tecnologia Kairos Future, o portal de busca de imóveis Svensk Fastighetsförmedling, a telecom Telai Sverige e a empresa de TI Evry.

O grupo de empresas, em suma, forneceu diferentes elementos que, combinados, formaram os componentes do piloto blockchain. Por exemplo, Telia e Evry ajudaram a verificar uma transação ao vivo entre um comprador e um vendedor, de acordo com as declarações. Uma demonstração ao vivo realizada esta semana incluiu a verificação do lado do cliente das assinaturas digitais aprovadas pelo governo e a exportação final dos contratos legais necessários.

Os envolvidos com a iniciativa disseram que o contrato inteligente que facilitou a transação está em conformidade com as leis e regulamentos da União Europeia, incluindo as regras de privacidade da GDPR.

Henrik Hjelte, executivo-chefe da ChromaWay, disse em um comunicado que “em um ambiente distribuído como um blockchain, você não pode ter um servidor central para verificar identidades, tudo tem que ser baseado em assinaturas e verificado pelo usuário”.

O líder do projeto, Jörgen Modin, adicionou:

“Embora o projeto use serviços de ID centralizados, ou seja, aqueles aprovados pelo governo, em um ambiente blockchain, essas assinaturas devem ser submetidas ao mesmo escrutínio de todo o resto, e, portanto, verificamos em cada cliente todo o caminho até o certificado raiz “.

O projeto começou no início do ano passado, quando a Lantmäteriet autorizou a parceria com a ChromaWay e outras empresas para explorar como os blockchains privados podem realizar transações imobiliárias.

Previous:

Uma declaração de independência do Ciberespaço

Postado em junho 17, 2018