Ações da Tesla sobem, apesar de vídeo viral de sedã incendiado – Notícias


Nova York, 18 Jun 2018 (AFP) – A Tesla Motors foi alvo de mais uma série de críticas nesta segunda-feira, após o vídeo de uma atriz americana mostrar um sedã da marca pegando fogo viralizar nas redes sociais. O incidente não teve efeito nas ações da empresa, entretanto.

A atriz Mary McCormack postou no Twitter um vídeo do Tesla de seu marido, o diretor Michael Morris, pegando fogo.

“Isso é o que aconteceu com o carro do meu marido hoje”, disse McCormack em um tuíte que se espalhou rapidamente pelas redes.

O vídeo de 45 segundos mostra o sedã preto com chamas saindo de sua parte de baixo. “Nenhum acidente, do nada, no trânsito em no Boulevard Santa Mônica”, disse ela.

Mais tarde, a atriz afirmou que o carro não estava no Autopilot, o sistema de direção automática da Tesla – ligado a outros acidentes com veículos da marca.

A empresa ainda não comentou o caso.

Apesar o incidente, ela conta com o ânimo de investidores. No meio da sessão, suas ações tinham alta de 4% na Bolsa de Nova York.

lo-jmb/dg/ll

Tesla corta 9% da força de trabalho em busca por lucro – Notícias


Por Salvador Rodriguez e Laharee Chatterjee

(Reuters) – A montadora de carros elétricos Tesla decidiu cortar milhares de postos de trabalho para reduzir custos e tornar-se lucrativa sem arriscar a evolução da produção do sedã Model 3.

Em email enviado aos funcionários, o presidente-executivo da Tesla, Elon Musk, afirmou que os cortes são parte de uma simplificação na estrutura de gestão da montadora que tinha sido prometida no mês passado.

“Como parte deste esforço, e da necessidade de reduzirmos custos e nos tornarmos lucrativos, tomamos a difícil decisão de demitir cerca de 9 por cento de nossos colegas”, afirma o email.

“Estes custos são quase que inteiramente gerados por nossa equipe assalariada e nenhum dos funcionários da produção está incluído, então, isso não afetará nossa capacidade de alcançarmos as metas de produção do Model 3 nos próximos meses.”

A Tesla tem tentado atingir 5 mil unidades do Model 3 produzidos por semana depois de ter enfrentado problemas na produção. Na semana passada, Musk afirmou que a montadora deverá atingir a marca até o final de junho.

“As demissões vão ajudar a empresa a atingir a lucratividade no curto prazo, mas não a sustentá-la”, disse Efraim Levy, analista da CFRA Research, se referindo aos gastos da Tesla para elevar a produção.

A Tesla tem queimado caixa enquanto continua investindo em sua linha de produção e se preparando para novos projetos como o crossover Model Y e sua Gigafactory.

O fluxo de caixa livre da empresa ficou negativo em 1 bilhão de dólares no primeiro trimestre ante 277 milhões negativos no quarto trimestre, excluindo os custos de sistemas para a área de energia solar.

Tesla anuncia corte de 9% em sua equipe – Notícias


Nova York, 12 Jun 2018 (AFP) – A fabricante de veículos elétricos Tesla Motors anunciou nesta terça-feira (12) o corte de 9% de sua força de trabalho para ampliar a rentabilidade, mas afirmou que isso não afetará as ambiciosas metas de produção do seu sedã Model 3.

Os cortes de mão de obra integram uma ampla reestruturação da companhia para solucionar o excesso de pessoal em algumas áreas devido ao crescimento rápido da empresa, afirmou o CEO da Tesla, Elon Musk, em e-mail aos funcionários.

Os cortes não afetaram funcionários da produção e não vão alterar as metas de entrega do Model 3, segundo a empresa.

Elon Musk não será pago até Tesla atingir meta ambiciosa


Elon Musk

SÃO PAULO – Um novo acordo entre Elon Musk e a Tesla determina que o executivo não receberá salário ou remuneração alguma, tal como bônus, até a empresa atingir a marca de US$ 650 bilhões de valor de mercado. Nesta quarta-feira (24), ela está avaliada em aproximadamente US$ 50 bilhões.

Se a empresa conseguir tal feito, entretanto, a compensação de Musk será proporcional, próxima dos US$ 70 bilhões.

Ele faz parte de um plano de metas anunciado na terça-feira (23) a ser cumprido pelos próximos dez anos. Além de atingir os US$ 650 bilhões, ele também estabelece alguns marcos operacionais que devem ser alcançados para que Musk tenha direito ao pagamento.

A meta só poderá ser alcançada se as ações da empresa crescerem cerca de 1.000% ao longo da próxima década – ou cerca de 27% ao ano. Poucas empresas dos Estados Unidos conseguiram tal feito, como a Amazon.com e a Domino’s Pizza.

O real objetivo do acordo é transformar as perdas da empresa, que foram de US$ 619 milhões no último trimestre de 2017, encerrado em setembro, em valor de mercado, aproximando-o do de empresas como o Google e Microsoft.

O plano foi divulgado pouco tempo após o ainda não lançado Model 3, carro mais “acessível” da montadora, não atingir as metas de produção estabelecidas. Em 2012, a Tesla lançou plano de metas semelhante, de somente cinco anos e relacionado também à produção de veículos e ao valor de mercado da Tesla.

Former Facebook Exec Chamath Palihapitiya On Social Media, Bitcoin, And Elon Musk (Full) | CNBC



Chamath Palihapitiya, owner of Golden State Warriors and former Facebook executive, addresses his recent comments on social media, his views on bitcoin, and his take on Tesla founder Elon Musk…