Wall Street fecha em queda após Fed sinalizar mais duas altas de juros neste ano – Notícias


(Reuters) – Os índices acionários dos Estados Unidos encerraram uma sessão volátil em queda nesta quarta-feira após o Federal Reserve elevar as taxas de juros conforme o esperado e projetar um ritmo ligeiramente mais rápido de alta de juros para este ano.

O índice Dow Jones caiu 0,47%, a 25.201 pontos, enquanto o S&P 500 perdeu 0,4%, a 2.776 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq recuou 0,11%, a 7.696 pontos.

Agora, são esperadas duas novas altas de juros até o fim do ano, ante expectativa anterior de apenas mais uma.

O banco central dos Estados Unidos, que elevou sua taxa de juros em um quarto de ponto percentual para uma faixa de 1,75% a 2%, também derrubou sua antiga promessa de estimular a economia “por algum tempo”.

“A expectativa agora é para quatro aumentos de juros no total em 2018. O consenso estava mais para três, caminhando em direção a quatro, então eu acho que isso é um pouco de surpresa”, disse Katie Nixon, diretora de investimentos do Northern Trust Wealth Management.

“Parece que o Fed está muito mais confiante agora na inflação alcançar, talvez até superar um pouco, sua meta, então eles estão adiantando alguns dos aumentos.”

As novas projeções de membros do Fed sugerem que a inflação poderá ficar acima da meta de 2% do Fed, alcançando 2,1% neste ano e permanecendo neste patamar até 2020.

As ações estavam voláteis após o comunicado, mas fecharam quase perto das mínimas da sessão e vendas foram generalizadas, com a maior parte dos índices do S&P encerrando em queda.

(Reportagem adicional de Lewis Krauskopf e SruthiShankar)

AT&T ganha na Justiça e comprará Time Warner neste mês – Notícias


Washington, 12 Jun 2018 (AFP) – Um juiz federal dos Estados Unidos autorizou sem condições, nesta terça-feira (12), a fusão por 85 bilhões de dólares das gigantes AT&T e Time Warner, que criará um colosso para competir no mercado de comunicação e internet.

O juiz Richard Leon disse que o governo dos Estados Unidos não deu evidências suficientes que indiquem que a aliança entre o maior provedor de TV a cabo do país e a gigante do entretenimento Time Warner prejudique a concorrência no mercado.

Leon alertou ao governo que atrasar o acordo por meio de uma apelação poderá causar um dano irreparável às duas companhias.

“O governo tentou o golpe e perdeu”, disse o magistrado.

A AT&T não demorou a comemorar. “Estamos felizes” com essa decisão “e prevemos concluí-la em 20 de junho no mais tardar, a fim de começar a propor aos consumidores vídeos mais acessíveis, móveis e inovadores”, disse em declaração por escrito à AFP David McAtee, diretor jurídico da AT&T.

O advogado da AT&T, Daniel Petrocelli, destacou que o governo não apresentou “a menor prova” de uma potencial ameaça aos consumidores.

Ele lamentou que a ação judicial tenha atrasado a fusão. “Mas estamos aliviados. Ficou tudo para trás”, disse à imprensa.

AT&T é a maior operadora de TV a cabo dos Estados Unidos e segunda em telefonia móvel. A Time Warner é um grupo de veículos que contra, entre suas empresas, com a cadeia HBO, os estúdios de cinema Warner e a rede de notícias CNN.

Em nota, o governo americano expressou seu descontentamento.

“Estamos decepcionados pela decisão do tribunal de hoje. Ainda achamos que o mercado da televisão paga será menos competitivo e menos inovador” com esta fusão, disse em nota Makan Delrahim, do Departamento de Justila.

Ele acrescentou que terá que “refletir sobre as futuras etapas”.

TIME WARNER INC.

AT&T CORPORATION

Brasil crescerá menos de 2% neste ano devido a paralisação, afirma Itaú – 08/06/2018 – Mercado


O Brasil crescerá menos, e abaixo de 2%, neste ano devido à paralisação dos caminhoneiros que afetou o abastecimento em todo o país, ao mesmo tempo em que também piorou o quadro fiscal, segundo relatório do banco Itaú divulgado nesta sexta-feira.

Agora, a estimativa de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) do país para este ano está em 1,7%, contra 2% antes, e em 2,5% para 2019, frente a 2,8%.

“A revisão (do cenário econômico) considera o aperto recente das condições financeiras e algum impacto das paralisações no crescimento de 2018, via oferta (-0,1 ponto percentual) e via demanda (-0,1 p.p.)”, escreveu em nota o economista-chefe do banco, Mario Mesquita.

A paralisação dos caminhoneiros contra os elevados preços do diesel durou mais de 10 dias e praticamente parou o país, afetando o abastecimento e a produção. O governo acabou cedendo ao pleito da categoria e anunciou medidas para reduzir o preço do combustível, com custo fiscal de R$ 13,5 bilhões, entre subsídios e renúncia tributária.

Segundo Mesquita, esse cenário também afeta a confiança dos agentes econômicos, efeito que deverá ser sentido nos próximos meses. “As concessões feitas pelo governo para terminar a paralisação têm impacto fiscal, e a paralisação da produção, ainda que temporária, aumenta a incerteza da economia. A conseqüência é uma redução da confiança de consumidores e empresários”, afirmou.

Diante disso, o banco piorou as projeções de déficit primário deste ano a 2,1% do PIB, sobre 1,9% antes, e para 2019 a 1,4%, contra 1,2%.

“O governo adotou uma série de medidas na negociação para encerrar a paralisação dos caminhoneiros, gerando um impacto fiscal negativo líquido de R$ 6 bilhões no resultado primário de 2018”, disse Mesquita.

O Itaú também elevou suas contas para o dólar no fim de 2018 e de 2019, R$ 3,70, ante R$ 3,50. Para a inflação medida pelo IPCA, o cenário é menos apertado, com projeções de 3,8% este ano e 4,1% em 2019, 0,1 ponto percentual a mais do que a conta anterior em ambos os casos.

Assim, Mesquita manteve o cenário de que o Banco Central deve manter a Selic em 6,5 por cento até o fim do ano. “A dinâmica cambial pode influenciar as próximas decisões apenas se impactar de forma relevante as expectativas de inflação”, acrescentou.

A GMO gigante da Internet japonesa lança sistema de recompensas Bitcoin de jogo neste verão


A gigante de serviços de internet japonesa GMO Internet Inc. anunciou que irá estrear sua aplicação baseada em Bitcoin para recompensas de jogo em agosto, a Cointelegraph Japan reportou hoje,31 de maio.

O aplicativo, chamado CryptoChips, atua como um método de recompensar os jogadores por atingir determinados objetivos, e será lançado inicialmente apenas com o suporte do Bitcoin.

Os CryptoChips serão primeiramente implementados no jogo de batalha em tempo real desenvolvido pela GMO, Whimsical War.

“A GMO Internet (…) desenvolveu o ‘CryptoChips by GMO’ que permite a distribuição de criptomoeda como remuneração dentro do aplicativo do jogo e será oferecida por meio de uma empresa do grupo a partir de agosto de 2018 ”, um comunicado à imprensa em inglês e japones confirma, adicionando:

“Os CryptoChips podem ser montados no aplicativo do jogo e permitem que os jogadores recebam a criptomoeda como remuneração dentro do jogo – como um ‘dinheiro secreto’ – dependendo da classificação dos jogadores ou quando os jogadores alcançaram missões ou itens adquiridos.”

O movimento é o mais recente empreendimento em criptomoeda para a GMO que já executa sua própria corretora, operação de mineração e até paga uma porção de salários de funcionários em Bitcoin.

Em março, a bolsa da empresa prometeu melhorar a segurança dos dados depois que os reguladores descobriram que sua configuração não estava sendo realizada durante as inspeções cruzadas do setor após o roubo de $530 milhões na corretora Coincheck..



Vem Pra Rua diz que manifestação neste momento seria ‘potencialmente perigosa’ – Notícias


O movimento Vem Pra Rua, que pautou diversas manifestações desde 2013, procurou se desvincular de um protesto convocado para esta tarde, por meio do Twitter, com a hashtag #BrasilNaRua. Nas chamadas para o ato agendado para 14h, o perfil usava vídeos de protestos passados, nos quais aparecia a hashtag #VemPraRua.

Em comunicado distribuído nas redes sociais, o movimento afirmou que é “a favor da redução da carga tributária, do corte de privilégios inaceitáveis e da diminuição do tamanho do Estado”. Mas negou qualquer plano de chamar um protesto nas atuais circunstâncias.

“Entendemos que é nosso dever zelar pela ordem e fazer o que está ao nosso alcance para que o momento não se torne (ainda mais) turbulento. Julgamos que, neste contexto, uma manifestação, além de ser potencialmente perigosa, poderia ter sua pauta incompreendida e confundida com as reivindicações de grupos minoritários, como aqueles que pedem pela intervenção militar; ou ainda, por movimentos que buscam o atingimento de pautas que não são de forma alguma aceitas pelo Vem Pra Rua. Por isso, neste momento, não convocaremos uma manifestação de rua.”