Principais exchanges japonesas são pressionadas para maximizar o controle sobre lavagem de dinheiro


A agência financeira do Japão está planejando forçar melhorias em várias exchanges de criptomoedas licenciadas sobre questões percebidas com sistemas internos, incluindo medidas de combate à lavagem de dinheiro (AML).

De acordo com um relatório do Nikkei na terça-feira, a Agência de Serviços Financeiros do país (FSA) pretende assegurar o cumprimento integral das atuais regras de AML em bolsas maiores, à medida que suas participações em fundos de clientes aumentam rapidamente. O relatório sugere que pelo menos cinco bolsas, incluindo bitFlyer, Quoine e Bitbank, estão na lista da FSA para receber “pedidos de melhoria de negócios” nesta semana.

O relatório disse que, com base em suas recentes inspeções, a FSA descobriu que algumas bolsas licenciadas ainda não têm medidas suficientes para detectar transações suspeitas. Além disso, a agência também está preocupada que as empresas não tenham recrutado pessoal suficiente para lidar com o crescente volume de transações em suas plataformas.

Em abril, a FSA já estava levantando questões sobre o que considerava um processo de verificação de ID pouco aplicado na bitFlyer, após o qual a empresa prometeu que fortaleceria seus procedimentos.

A agência também emitiu pedidos de melhoria de negócios em março para várias exchanges registradas, mas menos conhecidas – incluindo GMO Coin e Tech Bureau – como parte de sua revisão das plataformas de criptomoedas após o roubo de US $ 530 milhões da Coincheck em janeiro.

E, no início deste mês, a FSA deu sua primeira rejeição de licença para a exchange de criptos FSHO depois de ter emitido duas ordens de suspensão para a empresa sobre sua alegada falha em implementar adequadamente melhorias de segurança e AML.

A última ação da FSA ocorre poucos dias depois que um grupo japonês de autorregulamentação de exchanges de criptomoedas propôs o fortalecimento de suas medidas de AML, proibindo as plataformas membros de listar criptomoedas anônimas, como Monero.

Formada do rescaldo do ataque hacker da Coincheck, a Associação Japonesa de Câmbio Virtual é formada por grandes exchanges como bitFlyer, Bitbank e Quoine.

Previous:

Coinbase acumula 115 reclamações preenchidas com a SEC

Postado em junho 21, 2018

Biosev está “desafiando limites” ao maximizar produção de etanol, diz CEO – Notícias


SÃO PAULO (Reuters) – A Biosev, maior processadora de cana do mundo, está “desafiando limites” ao maximizar a produção de etanol na atual safra 2018/19, iniciada em abril, uma vez que o biocombustível apresenta maior remuneração frente o açúcar, disse nesta quarta-feira o CEO da companhia, Rui Chammas.

O executivo participou de teleconferência com analistas e investidores sobre os resultados da companhia no ano-safra 2017/18, encerrado em março, no qual a empresa teve prejuízo bilionário.

(Por José Roberto Gomes)