Fitch reafirma rating BB- do BNDES e mantém perspectiva estável – Notícias


A agência de classificação de risco Fitch reafirmou o rating do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) em BB- e manteve a perspectiva estável. O anúncio reflete a visão de que a instituição de fomento receberia apoio do governo federal do Brasil se houvesse necessidade, explica a agência em comunicado.

A nota de crédito do banco é amparada nesse potencial suporte e alinhada à nota soberana brasileira.

“Como um banco de desenvolvimento estatal, a estratégia do BNDES é diretamente ligada às políticas econômicas do governo, e potencialmente sujeita a influência política. A saída de gestores de cúpula do BNDES tem sido frequente em anos recentes e o banco teve três trocas de presidente desde 2016”, escreve a Fitch.

Em contraponto, a agência sublinha que o banco de fomento foi escrutinado por uma variedade de investigações oficiais em diversas de suas operações de empréstimo e investimento no Brasil e no exterior, mas, “até agora, nenhuma conduta irregular foi identificada”.

“O crescimento de empréstimos do BNDES tem sido negativo desde 2016”, destaca ainda a Fitch.

BC do Japão mantém política monetária inalterada – Notícias


O Banco do Japão (BoJ, na sigla em inglês) manteve inalteradas as diretrizes de política monetária na reunião que chegou ao fim nesta sexta-feira. Por oito votos a um, o banco central japonês manteve a taxa de depósito de curto prazo em -0,1% e deixou inalterada a meta para os juros dos bônus do governo japonês (JGBs) de 10 anos em torno de zero. Além disso, a autoridade monetária manteve o compromisso de comprar JGBs em um ritmo anual de 80 trilhões de ienes, num movimento visto por muitos investidores como uma indicação de que o BoJ deve manter o compromisso com o afrouxamento monetário.

No comunicado que seguiu a decisão de política monetária, o banco central aponta que o índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) excluindo alimentos frescos está, atualmente, na faixa entre 0,5% e 1,0%. O BoJ também comenta que as expectativas de inflação estão “mais ou menos inalteradas”. Para a autoridade monetária do Japão, a economia do país deve continuar em trajetória de expansão moderada enquanto a inflação continua em tendência de alta e deve subir para a meta de 2% “principalmente devido a uma melhora no hiato do produto e a um aumento nas expectativas de inflação a médio e longo prazo”.

O BoJ, no entanto, aponta diversos fatores como riscos à sua política. São eles: as políticas econômicas nos Estados Unidos e o impacto nos mercados financeiros globais; os desenvolvimentos nas economias emergentes e exportadoras de commodities; as negociações entre Reino Unido e União Europeia sobre o Brexit e seus efeitos; e os riscos geopolíticos.

IEA mantém estável projeção de demanda por petróleo, mas alerta sobre oferta da Opep – Notícias


Por Amanda Cooper

LONDRES (Reuters) – A demanda por petróleo deverá manter em 2019 o ritmo de crescimento visto neste ano, graças a uma sólida economia global, mas o mundo pode enfrentar uma escassez no final do próximo ano, se a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) não cobrir eventuais déficits de suprimento, alertou nesta quarta-feira a Agência Internacional de Energia (IEA, na sigla em inglês).

O relatório serve como um alerta para os maiores exportadores globais, que vão se reunir na próxima semana em Viena para discutir suas políticas de fornecimento.

A IEA disse que espera que a demanda global por petróleo aumente em 1,4 milhão de barris por dia em 2019, para superar 100 milhões de bpd no segundo trimestre.

A agência espera que a demanda cresça no mesmo ritmo neste ano, em previsão estável ante seu relatório de maio.

“Um sólido pano de fundo econômico e a assunção de preços mais estáveis são fatores-chave. Riscos incluem a possibilidade de preços mais altos e interrupções no comércio. Alguns governos estão considerando medidas para aliviar pressões de preços sobre os consumidores”, disse a agência com sede em Paris em relatório seu mensal.

“Existe a possibilidade de uma revisão para baixo em nossas previsões econômicas para os próximos meses. A economia global está sentindo algum impacto devido aos elevados preços do petróleo.”

Os preços do petróleo subiram em um terço, para cerca de 76 dólares o barril, perto de um pico atingido no final de 2014, desde que a Opep e outros produtores, como a Rússia, começaram a cortar a produção em janeiro de 2017.

A IEA disse que vê um cenário em que a produção do Irã e da Venezuela pode estar 1,5 milhão de bpd menor que hoje, devido à crise venezuelana e sanções dos EUA aos iranianos.

“Se os outros 12 membros da Opep forem continuar bombeando ao mesmo ritmo de maio, uma potencial escassez poderia surgir e levar a uma queda nos estoques de mais de 1,6 milhão de bpd no quarto trimestre de 2019”, afirmou o relatório.

GPA mantém planejamento apesar de turbulências recentes, diz presidente – Notícias


SÃO PAULO (Reuters) – As turbulências das últimas semanas no país, incluindo a greve dos caminhoneiros, ainda não justificam mudanças no planejamento do Grupo Pão de Açúcar (GPA) para este ano, disse nesta terça-feira o presidente da companhia, Peter Estermann.

“Não mudamos as premissas orçamentárias para esse ano por enquanto… temos potencial para recuperar o pequeno impacto”, afirmou a jornalistas às margens do Brazilian Retail Week 2018, destacando a maior resiliência das operações de varejo alimentar.

De acordo com o executivo, a expectativa para as vendas na Copa do Mundo é positiva tanto nas bandeiras do GPA quanto na Via Varejo. “Estamos bem preparados, com bom estoque”, comentou.

Questionado sobre a saída de seis executivos da Via Varejo , sendo três da diretoria executiva, Estermann disse que a decisão buscou horizontalizar a operação.

Ainda segundo ele, um dos diretores-executivos, Vitor Fagá, saiu para assumir uma função no próprio GPA. Os outros dois, Marcelo Lopes e Luiz Henrique Vendramini, deixaram a empresa.

Com as mudanças, a diretoria executiva passa a ser composta por quatro pessoas, contra sete anteriormente. Além de Paulo Naliato (COO), Felipe Negrão (CFO e RI), Izabel Branco (RH e Sustentabilidade), a Via Varejo ainda está em processo de contratação de um “chief digital officer”, que se encarregará de toda a parte de transformação digital.

Às 11:33, as units da Via Varejo subiam 4,4 por cento, liderando a ponta positiva do Ibovespa, que subia 0,9 por cento.

(Por Gabriela Mello)

Preço Bitcoin Assista | BTC / USD mantém suporte, volatilidade no declínio


 Relógio de Preço Bitcoin "title =" Relógio de Preço Bitcoin "/>
</figure>
<p><span style= O preço do bitcoin oscilou em torno do território de US $ 7.550 a US $ 7.650 na manhã de sexta-feira. A volatilidade declinou desde o início da semana, uma vez que a BTC / USD esteve em grande parte negociada nesta faixa nos últimos sete dias. BTC / USD também se esforçou para ultrapassar o preço de US $ 7.700 mais cedo hoje.

BTC / USD detém suporte de US $ 7.550

Na maior parte da manhã de sexta-feira, o preço do Bitcoin permaneceu estável na faixa de US $ 7.550- $ 7.650, sendo o limite inferior seu principal nível de suporte. O Bitcoin vem sendo negociado em uma faixa cada vez mais estreita na semana passada, e a volatilidade está em declínio. Na verdade, a volatilidade dos preços do Bitcoin não tem sido tão baixa desde outubro do ano passado.

Nas últimas duas semanas, a criptomoeda ficou restrita à faixa de US $ 7.000 a US $ 8.000, sugerindo que o mercado está sendo muito cauteloso no momento. No entanto, um longo período de ação silenciosa pode ser um precursor para mais ataques violentos no futuro, especialmente no mercado errático de criptografia.

BTC / USD está atualmente em uma corrida de alta para testar uma resistência de US $ 7.700 novamente. No lado positivo, uma quebra acima disso poderia mandar o Bitcoin para outro incremento de US $ 100 para o pivotal nível de US $ 7.800. No lado negativo, uma reversão pode levar BTC / USD a um nível de retração de $ 7.500

Fonte: Tradingview

O gráfico técnico indica que os compradores estão vencendo a batalha. O indicador MACD está mostrando um sinal de alta, enquanto o RSI coloca o Bitcoin no território de sobre-compra. É mais provável que o BTC / USD permaneça acima de US $ 7.600 a curto prazo. Um close acima é importante para a ação positiva

Olhando para os indicadores técnicos:

  • Por hora MACD – Sinal de alta

  • Por hora RSI – Bitcoin está em território de sobre-compra

  • Maior resistência Nível – $ 7,700

  • Nível de Suporte Maior – $ 7.550

Imagem em destaque: © VadimVasenin

Se você gostou deste artigo clique aqui para compartilhar

Presidente da China Elogia Blockchain mas Mantém Bitcoin em Rédeas Curtas


Xi Jinping em conferência na Coreia do Sul (Foto: Jeon Han/Divulgação)

O presidente da China, Xi Jinping, considerou o blockchain como “a nova geração de Tecnologia da Informação” no discurso de abertura do 19º Encontro da Academia Chinesa de Ciências e 14º da Academia Chinesa de Engenharia, na segunda-feira (28), em Pequim.

De acordo com o site Trustnodes, o líder chinês, assistido por conceituados cientistas e engenheiros da elite chinesa, pediu esforços para levar o país à liderança mundial em Ciência e Tecnologia.

Jinping salientou que desde o início do século XXI a inovação científica e tecnológica global entrou em um período sem precedentes de atividades e de maneira intensiva.

Ele ressaltou que a nova geração de Tecnologia da Informação representada pela Inteligência Artificial, Informação Quântica, Tecnologia Móvel, Internet das Coisas e Tecnologia Blockchain, criou novos campos da Ciência que devem ser explorados, como biologia sintética, edição de genes, ciência do cérebro e medicina regenerativa.

O presidente deixou claro que essas inovações devem acontecer ao ‘modo chinês’, o que dá a entender que inclui, ainda, uma possível proibição de bolsas de criptomoedas a fim de sustentar as instituições financeiras nacionais.

A República da China tem, historicamente, um comportamento protecionista  protege a indústria e o comércio local, impedindo a importação de determinados produtos, até mesmo o uso de meios de comunicação, como o Whatsapp, ou, simplesmente um queijo francês, por exemplo.

No entanto, pelo menos até agora, o modelo e economia funcionou às custas do resto do mundo. Até o sistema bancário com falta de estrutura conseguiu entrar pra era de pagamentos digitais com o WeChat Pay, por exemplo, o que enriqueceu ainda mais os gigantes da internet chinesa.

Blockchain sim, Bitcoin não

No dia 17 de maio, a China lançou oficialmente um índice de avaliações mensais de 28 criptoativos e seus respectivos blockchains. O anúncio foi feito pelo Centro de Desenvolvimento da Indústria da Informação da China (CCID), uma unidade de pesquisa do ministério industrial do país.

A blockchain do Ethereum foi a melhor classificada enquanto a do Bitcoin só chegou em 13º lugar. Segundo o CCID, o índice foi baseado em três critérios: tecnologia, aplicação e inovação. O grupo, porém, não informou qual metodologia foi aplicada.

Em fevereiro, o governo chinês se movimentou para bloquear o acesso doméstico a sites estrangeiros que oferecem serviços de negociação de criptomoedas e investimentos em ICOs.

Um relatório da Financial News (site vinculado ao Banco Central da China) indicou que as autoridades estavam intensificando uma repressão que começou no ano passado.

As autoridades também fecharam sites de criptomoedas, como três das maiores exchanges do mundo, que tiveram que ir para Hong Kong, Coreia do Sul e Japão.

No ano passado, executivos chineses de exchanges de bitcoin foram impedidos deixar o país enquanto uma ‘varredura’ estava sendo feita para coibir ICOs.

Na ocasião as autoridades chinesas disseram que a decisão era para garantir que eles cooperassem com as investigações.

 

BitcoinTrade

Comprar e vender Bitcoin e Ethereum ficou muito mais fácil. A BitcoinTrade é a plataforma mais segura e rápida do Brasil. Além disso, é a única com a certificação de segurança PCI Compliance. Acesse agora ou baixe nosso aplicativo para iOs ou Android: https://www.bitcointrade.com.br/



Mesmo com aceno do governo, caminhoneiros na Régis mantêm protesto – 28/05/2018 – Mercado


Apesar das medidas anunciadas pelo governo federal para resolver a greve dos caminhoneiros, manifestantes ouvidos pela Folha não deram sinais de desmobilização e devem continuar o protesto.

A Folha esteve na madrugada desta segunda-feira (28) entre os km 276 e km 280 da rodovia Régis Bittencourt, na região de Embu das Artes, onde centenas de caminhões estão parados no acostamento nos dois sentidos da via.

Há outros três pontos de concentração de caminhoneiros, sendo dois no trecho paulista da rodovia (regiões de Jacupiranga e Miracatu) e um no estado do Paraná (Campina Grande do Sul). Pelo menos no trecho visitado pela Folha, o trânsito é normal e não há interdições de pista. Veículos com cargas especiais, como animais e medicamentos, são liberados pelos manifestantes para prosseguir viagem.

“Queremos um combustível mais acessível para todos, uma tabela para os fretes, melhores condições para poder trabalhar. Estamos nos sacrificando por um país melhor”, afirma o caminhoneiro que se apresentou como Beto Pânico, 38, que trabalha com caminhões há 20 anos e está na manifestação desde o dia 21.

Para ele e outros caminhoneiros, que assistiram ao pronunciamento do presidente Michel Temer, os anúncios são insuficientes para atender de forma satisfatória os caminhoneiros, em sua maioria autônomos. Eles se queixam dos custos elevados de transporte, incluindo combustível, pedágio e manutenção dos veículos, que mal são cobertos pelos fretes. “Se tivermos algo que realmente faça diferença, eles [os caminhoneiros] vão saindo naturalmente”, resume.

Em outro grupo de manifestantes no trecho, o caminhoneiro Felipe Wesley, que se juntou ao protesto na última terça (22), também considerou insuficientes os anúncios do governo federal. “Não adianta apenas 60 dias sem reajuste. Temos de parar mesmo para que o preço do combustível baixe de fato.”

Um posto de gasolina no trecho, no sentido Curitiba, serve como ponto de apoio para os caminhoneiros. Eles contam que moradores e empresas da região levam doações e disponibilizam banheiros para higiene pessoal dos manifestantes.

A opinião dos caminhoneiros na Régis Bittencourt, no entanto, contrasta com a do presidente da Abcam (Associação Brasileira dos Caminhoneiros), José da Fonseca Lopes. Ele disse que o assunto “estava definido”, após o anúncio das medidas provisórias editadas pelo governo federal.

Bitcoin atinge múltiplos meses baixos à medida que o Mainstream Media mantém … | Notícia


O Bitcoin caiu abaixo de US $ 8000 hoje, 2 de fevereiro, pela primeira vez desde novembro de 2017, uma vez que a pressão contínua causa vendas recentes em mercados de criptografia.

 Gráfico "src =" http://cointelegraph.com/storage /uploads/view/03ebb21cfef7ea854584b068228c7c67.png "title =" Chart "/> </p>
<p dir= De acordo com o índice de preços da Cointelegraph, o BTC atingiu uma baixa de vários meses de US $ 7.791,02 no horário da imprensa.

 Bitcoin Price" src = "http: /cointelegraph.com/storage/uploads/view/c358bb456cfe8e817557979afe2666f7.png "title =" Bitcoin Price "/> </p>
<p dir= O suporte parece estar no lugar para manter os preços acima da barreira de $ 7500, embora os comentadores sejam, no entanto, chamando mínimos mais perto de US $ 7000 antes que uma reversão pudesse ocorrer.

As perdas de Bitcoin também estimularam os efeitos adversos para altcoins entre os primeiros cem rastreados por CoinMarketCap a grande maioria perdeu pelo menos 50% a mais em nas últimas 24 horas do que a própria Bitcoin.

No total, a criptografia Os mercados de urrenia derramaram mais de US $ 100 bilhões do seu limite de mercado combinado desde ontem, 1 de fevereiro.

Embora os mercados pareciam desinteressados ​​no mercado de câmbio da Coréia do Sul A legislação KYC entrará em vigor esta semana , foi o relatório do ministro das finanças indiano em um discurso de orçamento 1 de fevereiro que acelerou as perdas.

Apesar das trocas locais dizendo que as palavras do ministro das Finanças, Arun Jaitley, não incluíam novas informações sobre como legisladores abordar a indústria, mainstream media e jornalistas anunciaram uma "proibição" sobre Bitcoin na Índia após o discurso.

Isso teve um efeito palpável sobre negociação, apesar das reiterações da indústria de que não A proibição definitiva foi planejada.

BCE mantém política monetária, mas enfrenta desafio com firmeza do euro – Notícias


Por Balazs Koranyi e Francesco Canepa

FRANKFURT (Reuters) – O Banco Central Europeu (BCE) decidiu manter sua política de afrouxamento monetário nesta quinta-feira, mas o presidente da instituição, Mario Draghi, agora enfrentará a difícil e potencialmente prejudicial alta do euro ante o dólar.

Mesmo que a economia da zona do euro melhore, um euro mais forte ameaça segurar a inflação e coloca em risco o trabalho feito em anos de estímulos, provavelmente forçando Draghi a jogar “água fria” sobre as expectativas crescentes de que o BCE está a caminho de elevar as taxas de juros.

Em uma decisão amplamente esperada, o BCE manteve sua principal taxa de juros no campo negativo, voltou a prometer que segurará as taxas para além do término da compra de bônus e se comprometeu a continuar com o programa de compra de ativos até uma recuperação sustentada da inflação.

O BCE espera que as “as taxas de juros permaneçam nos níveis atuais por um longo período de tempo, e bem além do horizonte das compras líquidas de ativos”, informou a instituição em um comunicado.

Tendo comprado mais de 2 trilhões de euros em títulos nos últimos três anos, o BCE reduziu quase sozinho os custos de empréstimos na zona do euro para dar início ao crescimento da economia e elevar os preços.

A inflação segue distante da meta do BCE, de 2 por cento, então Draghi dificilmente pode enfrentar grande volatilidade da moeda.