França e Alemanha ainda têm diferenças sobre reforma da zona do euro, diz autoridade francesa – Notícias


PARIS (Reuters) – A França e a Alemanha progrediram, mas ainda precisam concordar em um plano de ação para as reformas da zona do euro, afirmaram autoridades francesas e alemãs à Reuters, depois que ministros de Finanças de ambos os países se reuniram em negociações em Paris no sábado.

O Ministro das Finanças francês Bruno Le Maire encontrou seu equivalente alemão Olaf Scholz em Paris no sábado em uma tentativa de diminuir suas diferenças.

“Discutimos todas as questões proeminentes e fizemos progresso substancial, trocando documentos e conversando noite adentro”, disse um oficial francês. “Ainda temos algum trabalho para fazer antes de conseguirmos concordar em um plano de ação”.

Um porta-voz do Ministério das Finanças alemão disse: “Conseguimos progredir significativamente com nossos amigos franceses em direção a uma proposta de reforma para a zona do euro, e continuaremos nossas conversa na semana que vem”.

A autoridade francesa confirmou que ambos os ministros concordaram em continuar as negociações durante a semana, provavelmente por vídeo conferência.

(Reportagem de Myriam Rivet em Paris e Michael Nienaber em Berlim)

Grandes diferenças entre ouro e Bitcoin, de acordo com … | Notícia


Devido ao seu sucesso como uma reserva de valor, Bitcoin é rotulado como " ouro digital ." Esse sentimento veio à tona nos últimos meses de 2017, quando Bitcoin entrou na corrida de touro maciça que teve o mundo financeiro em um pouco de rotação.

A escalabilidade tem sido um problema a longo prazo que afeta Bitcoin mas a graça salvadora de altos custos e atrasos de transação tem sido seu surgimento como uma reserva de valor. Enquanto Bitcoin permanece em um estado volátil, ainda é cabeça e ombro acima de seus predecessores altcoin em termos de valor por moeda. Uma grande quantidade de cryptocurrency e analistas financeiros mainstream compararam Bitcoin ao ouro por essa mesma razão.

O famoso locutor americano Max Keiser tem sido particularmente vocal sobre suas previsões para Bitcoin. Enquanto ele prevê que a criptografia preeminente atinge US $ 100.000, Keizer também acredita que o Bitcoin levará ao revival do comércio físico de ouro ao destacar os métodos de negociação especulativos empregados pelos comerciantes mainstream:

"Bitcoin está ajudando o ouro ao destruir a matriz de Wall Street que está incorrendo na manipulação de curto prazo e comercial nua que está acontecendo no mercado futuro de ouro ".

O Conselho Mundial de Ouro diz que Bitcoin não é como ouro

Em um documento publicado em Jan. 25 o Conselho Mundial do Ouro (WGC), a organização de desenvolvimento do mercado de ouro, evidencia sua posição em relação às criptografia. Com base nas estatísticas recolhidas, o ouro viu um crescimento de 13 por cento em valor em 2017 – o qual, por todas as contas, é uma estatística positiva, mas pales em comparação com o crescimento parabólico da Bitcoin durante o mesmo período.

No entanto, o relatório do WGC foi sobre explicar sua posição em relação à criptografia e por isso que o ouro continua sendo um investimento integral de estoque de valor na era das criptografia. É difícil chamar os argumentos chocantemente frescos, porém, como o comércio de ouro vê menos volatilidade, seu mercado é muito mais líquido e altamente regulamentado. Também está bem estabelecida como carteira de investimento.

Liquidez e diversidade do ouro

O WGC destacou o fato de que o ouro tem uma liquidez diária muito maior. Em relação ao US $ 250 bilhões de negócios por dia, o WGC estima que o comércio diário da Bitcoin vale cerca de US $ 2 bilhões, aproximadamente o equivalente aos fundos negociados em bolsa com garantia de ouro.

Outro fator são os diversos usos e aplicações do ouro. A maior demanda do ouro vem da indústria de jóias, representando 50 a 60 por cento da demanda de ouro nos últimos 20 anos. Outros 30 por cento da demanda provêm da carteira de investimento, enquanto o restante se aplica à indústria tecnológica e aos bancos centrais.

Características comuns – escassez

Como o WGC cita, o suprimento de Bitcoin aumenta em torno de quatro por cento ao ano – como ele aproxima-se da tampa de moedas de 21 mln. Isso só será alcançado no ano 2140, devido à dificuldade de escala da mineração – mas esse processo anti-inflacionário é uma característica comum compartilhada com o ouro como o WGC salienta em seu relatório:

"Aproximadamente 3.200 toneladas de ouro têm foi minado em média, a cada ano, somando cerca de 1,7 por cento ao estoque total de ouro extraído. A taxa de crescimento futuro da Bitcoin e a quantidade finita final são atributos claramente atraentes, assim como a escassez de ouro e o crescimento anual marginal. "

Comércio de ouro olhando para Blockchain

Enquanto o WGC deseja cancelar todas as comparações com Bitcoin e criptografia, A indústria parece apreciar o valor da tecnologia Blockchain. O sistema de razão distribuída que sustenta a Bitcoin e várias altcoínas provaram seu valor e as mentes brilhantes começaram a explorar aplicações quase ilimitadas dos sistemas Blockchain. De acordo com o WGC, a indústria do ouro está entre eles:

"No mercado do ouro, vários jogadores estão explorando o Blockchain no contexto da transformação de ouro em um" bem digital ", rastreando a proveniência de ouro em toda a cadeia de suprimentos e introduzindo eficiências em processos de liquidação pós-negociação ".

Isso provavelmente será feito em Cadenas de Bloqueios particulares. Mas, no entanto, o mundo financeiro está levando a idéia da tecnologia Blockchain.

Veja quais são as diferenças entre Bitcoin e Bitcoin Cash


Entenda de uma vez por todas os pormenores e amplie seu conhecimento sobre moedas digitais

Com tantas notícias sobre criptomoedas fica fácil se confundir com algumas delas. Por isso, nós do Mercado Bitcoin preparamos um guia para te ajudar a diferenciar de uma vez por todas o Bitcoin (BTC) do Bitcoin Cash (BCH).

O Bitcoin Cash surgiu após um hard fork realizado na rede Bitcoin em 1o de agosto de 2017 e de acordo com os desenvolvedores, nasceu com o objetivo de eliminar o problema de escabilidade da moeda original.

E isso foi feito aumentando o tamanho dos blocos para 8 MB contra 1 MB do Bitcoin. Dessa forma, o processo de verificação fica mais rápido, com um nível de dificuldade ajustável, independente do número de mineradores que apoiariam a ideia.

E com maior velocidade na validação das transações, as taxas ficam menores. Estima-se que na época de seu lançamento, as taxas do Bitcoin seriam de US$ 3 por operação enquanto que no Bitcoin Cash era de aproximadamente US$ 0,003.

Além disso, o BCH também conta com replay protection, que evita que uma transação seja repetida em outra rede, e com wipeout protection, evita que em uma reorganização do blockchain, a chain mais longa se sobreponha a menor, fazendo com que as moedas contidas nessa chain menor seja perdidas.

Outro ponto que vale ser mencionado é o número de equipes de desenvolvedores que investem seu tempo em melhorias na rede Bitcoin Cash contra apenas uma na rede original (Bitcoin Core). Pelo menos quatro são conhecidas: Bitcoin Unlimited, Bitcoin ABC, Bitcoin XT e Bitcoin Classic.

Essa centralização pode fazer com que melhorias esperadas no Bitcoin demorem a acontecer, visto que são poucos os que trabalham e respondem diretamente pela rede.

Confira as particularidades de cada moeda no infográfico:

Uma surgiu a partir da outra, mas elas são bem diferentes

Hard fork? Entenda o que é, e quais as diferenças entre Hard e Soft fork!


Forks, o que são, como funcionam e por que acontecem?

Criptomoedas podem ter limitações de escalabilidade, dificultando tempo de transação, e aumentando o custo das fees (taxas) dentre outros problemas!

O objetivo deste texto é explicar o que é o fork em uma blockchain e em quais situações um fork pode acontecer.

Além disso, você também vai entender a diferença entre os chamados soft forks e hard forks.

O que você vai ver aqui:

Começando pelo principal, você sabe afinal de contas:

 

(Conhecimento prévio em Blockchain é interessante para entender este conteúdo – veja este guia da Blockchain para um breve resumo)

 

A palavra fork, enquanto verbo, significa (entre outras) coisas, “bifurcar-se”, “aforquilhar”. Enquanto substantivo, significa, como você sabe, “garfo”.

No mundo da Blockchain e das moedas digitais, a palavra acabou ganhando novos significados para denotar um evento específico.

Algumas vezes a Blockchain se bifurca em mais de uma cadeia de blocos, isto é, acontece um fork, que pode ser leve (soft fork) ou pesado (hard fork).

Muitos traders nem sequer sabem o que isso significa, mas é um tema importante para a tecnologia e dinâmica do mercado.

De forma breve, um fork acontece quando a rede discorda sobre o estado atual da Blockchain, e a cadeia de blocos fica com várias pontas ao mesmo tempo (daí a analogia com fork/garfo).

Para entender melhor, vamos descrever a situação típica:

Um novo bloco é criado na cadeia a partir do último, com algumas transações pendentes e o código hash que os miners encontraram.

Então, o bloco é publicado na rede.

Usualmente, existem vários miners analisando o código Hash ao mesmo tempo.

Nesse caso, a rede decide por um ganhador e simplesmente segue a análise.

Esse processo em que vários miners fazem análise do código hash e a rede escolhe um vencedor demora um certo tempo.

E aí entra o ponto fundamental para o fork.

Durante esse tempo, pode ser que um nó da rede (que nada mais que uma carteira/wallet) use o bloco com o código hash diferente  do ganhador.

Cada nó da rede pode conversar apenas com seu vizinho direto e se ele reporta uma versão diferente do código hash, é necessário usar uma nova versão arbitrária para continuar.

Dessa forma, é como se o nó tivesse iniciado uma nova cadeia (a partir do hash code diferente) que rola em paralelo com a cadeia original.

Até aqui pode ainda parecer um pouco abstrato.

Na próxima seção vamos fazer mais uma analogia que vai esclarecer completamente esse conceito.

Como um fork acontece na Blockchain?

Vamos pensar um pouco em um software open-source.

Um software que possui seu código aberto é disponibilizado para que vários desenvolvedores o acessem e trabalhem sobre a mesma base de dados.

Existem duas formas dos desenvolvedores atualizarem um software open source:

  • Programando de forma comum a mesma base de código;
  • Fazendo cópias locais e programando separadamente;

A segunda opção é a analogia que nos interessa.

É um tipo de desenvolvimento que permite a criação de árvores.

Explicando: Cada vez que a base de código é copiada separadamente, um novo ramo é criado.

Essa ramificação em versões diferentes recebeu o nome de “forking”, uma vez que o código pode acabar sendo desenvolvido em versões paralelas.

Agora, voltando para a blockchain!

Você se lembra que ela é descentralizada, certo?

Isso significa que não há uma versão absoluta da cadeia de blocos.

Cada nó na rede faz o download de toda a cadeia de blocos até aquele momento, e sempre que um nó adiciona novas informações, esses dados são verificados em relação ao protocolo, incluído em um novo bloco que será adicionado à cadeia considerada válida por meio de um processo de mineração e consenso público.

Caso um bloco tenha uma chave de criptografia inválida, qualquer cadeia que inclua esse bloco é inválida.

Via de regra, um bloco que tenha qualquer violação do protocolo da rede dá origem a uma cadeia inválida.

A questão é que, eventualmente, dois miners – Miner 1 e MIner 2 – podem encontrar o mesmo bloco exatamente no mesmo momento.

Durante o tempo que a rede demora para decidir qual o hash code definitivo do próximo bloco, alguns nós da rede podem usar o Hash code gerado pelo miner 1, e outros nós o criado pelo Miner 2.

Como o bloco de origem era válido, os dois caminhos criados também o são, ou seja, aconteceu um fork, uma ramificação da cadeia de blocos.

Na prática, o que isso significa?

O resultado final é simples:

Quando um fork acontece, você tem duas cadeias geradas a partir do mesmo bloco de origem.

Até o bloco de gênesis, onde aconteceu o fork, as cadeias são iguais, e depois do fork elas existem em paralelo.

Se você possui um número X de moedas antes do fork, após a bifurcação você continua dono dessas X moedas em cada cadeia (ou seja, um total de 2X moedas).

Cada nova transação será feita em cada cadeia separada.

O esperado é que cada moeda em cada cadeia receba um novo nome, por exemplo: Bitcoin vs BitcoinXT.

Do ponto de visto econômico, ao acontecer o fork,o número de moedas dobra, mas o valor não necessariamente acompanha esse movimento.

Esse é um ponto importante também.

As diferenças entre Hard fork e Soft fork

Outro ponto fundamental é a diferença entre hard fork e soft fork.

Um hard fork é uma divergência permanente na blockchain que geralmente ocorre quando nós desatualizados não conseguem validar blocos criados por nós que seguem o hash code atualizado.

Por outro lado, soft fork é uma divergência temporária na Blockchain, causada por nós desatualizados que não seguem o hash code consensual.

De forma simples, hard e soft forking são termos que descrevem duas maneiras diferentes pelas quais a Blockchain pode ser atualizada.

Soft Fork

No caso do soft fork, a cadeia se separa apenas temporariamente.

Por um processo de rehashing das informações antigas, os miners chegam a um novo consenso, que faz com que apenas uma cadeia seja considerada a verdadeira, terminando a bifurcação.

Hard Fork

O hard fork, em contrapartida, acontece quando novas regras são implementadas para validar a bifurcação da cadeia, dando origem a dois ramos paralelos que se tornam permanentes.

Assim, os dois ramos rodam em paralelo, mas com um set de regras diferente (ainda que pouco).

Entendeu a diferença?

Agora que chegou ao fim do texto você tem a dimensão completa de como os forks são importantes e podem afetar o mundo das criptomoedas.

Além de fazer parte do jargão característico da área, é fundamental esclarecer esse tema para compreender melhor o mercado e suas mudanças.

Caso esteja começando no mercado de moedas digitais, confira este guia sobre criptomoedas e saiba como dar os primeiros passos de verdade aqui.

Ficou alguma dúvida?

Escreva nos comentários!