Ataque de 51%: Quanto Custa Atacar o Bitcoin e Outras Criptomoedas?


Marco Verch/Flickr

Ataques do tipo 51% ou Gasto Duplo começam a se tornar mais frequentes em redes de blockchain, especialmente nas usadas para validar transferências de criptomoedas pequenas. Recentemente, o Bitcoin Gold sofreu ataques que levaram à perda do equivalente a US$ 18 milhões. Operadores de Verge e Monacoin também foram roubados.

A ameaça é especialmente grave para investidores de Ofertas Iniciais de Moeda (ICO, em inglês), que aplicam capital em iniciativas de criação de tokens buscando lucrar com sua valorização futura.

Mas, afinal, como funciona um ataque de 51%, e quais criptomoedas são mais vulneráveis?

O poder do blockchain

Para compreender a resposta, primeiro é necessário entender um pouco sobre como funcionam redes de blockchain.

Criptomoedas nada mais são do que pacotes de informação – ou blocos – que são enviados de um lugar para o outro. Esses blocos são divisíveis e transferíveis. Como qualquer informação digital, as criptomoedas necessitam de computadores com processadores potentes para analisar os bytes e realizar as operações pedidas.

Ao contrário do dinheiro digitalizado e emitido por bancos centrais, que são processados em grandes centros de computadores, os blocos de criptomoedas podem passar por praticamente qualquer computador caseiro ligado à rede de blockchain.

Mineradores

Cada transação de uma carteira digital a outra envolve milhares de computadores ligados entre si, chamados mineradores, cada um processando uma parte do bloco de informações emitido. Deixar um computador na capacidade máxima de processamento, entretanto, gera altos custos de energia.

Por isso, todas as redes de blockchain são criadas de forma a criarem novos blocos conforme as criptomoedas são transferidas. Esses novos blocos criados são distribuídos automaticamente para os mineradores proporcionalmente à sua contribuição nas transações.

Apesar de pequenas, as remunerações valem a pena em regiões de baixo preço de energia. É cada vez mais comum grandes mineradores investirem em vários processadores que ocupam salas inteiras.

As redes de blockchain, porém, por conectarem todos os dados de uma vez, impedem que o mesmo bloco de informações seja tranferido e mantido no local de origem simultaneamente. Não há cópias: cada unidade de criptomoeda é única e, portanto, escassa. É isso que lhe confere seu valor como meio de troca.

Acúmulo de poder

É nisso que se baseiam os ataques de 51%. Quando alguém detém a maioria da capacidade de processamento de uma rede de blockchain, ele se torna capaz de fazer transações, lucrar com elas, e ainda manter unidades da criptomoeda consigo, como se o dinheiro fosse quase infinito, à custa de quem fez a transação.

Ataques de 51% não burlam as regras do blockchain, mas as seguem à risca. Os ataques recentes a diversas altcoins aconteceram com usuários que detiam mais de 51% da rede. Eles enviaram remessas de criptomoedas para exchanges e receberam de volta outra criptomoeda, mas, fora da rede, criavam cópias idênticas das moedas que haviam enviado.

Quando conectavam suas cópias à rede, o blockchain, que não permite repetições de moedas, automaticamente excluía a versão do bloco enviada à exchange, fazendo-a arcar com o prejuízo, enquanto os hackers permanecem com o lucro do câmbio e mantêm consigo a unidade da criptomoeda, podendo usá-la quantas vezes quiser sem perdê-la.

O investimento de um hacker para conseguir ter domínio sobre a rede pode custar milhões de dólares em processadores, refrigeração e energia. O lucro obtido em usar as mesmas unidades da moeda de forma indiscriminada, porém, pode mais que compensar os gastos.

Risco maior para ICOs

Os tokens de ICOs, ou criptomoedas iniciantes, são justamente as mais vulneráveis a esse tipo de ataque. Primeiro, pela quantidade menor de mecanismos de defesa de suas redes. Além disso, como as conexões são menores, é relativamente mais fácil adquirir a maioria do poder de mineração dos blocos.

As leis do mercado oferecem alguns freios à prática do 51%. Se o poder de processamento de rede estiver na mão de um só, o risco de hacker é tão alto que a criptomoeda corre risco de perder valor, como explica João Ferreira. Além disso, as exchanges podem passar a recusar transações com a mesma criptografia usada anteriormente de forma fraudulenta.

Quanto custa para realizar um ataque?

O site crypto51 fez uma tabela listando o custo necessário para realizar 1 hora de ataque em diversas criptomoedas.

De acordo com eles, o site destina-se a mostrar o risco de ataques de 51% a criptomoedas menores. Não se destina a incentivar ou ajudar a completar um ataque, mas sim a fazer com que as pessoas falem sobre o problema e as possíveis soluções.

Para realizar uma hora de ataque no bitcoin, por exemplo, seria necessário US$ 698 mil, enquanto no Bytecoin, apenas US$ 850. A lista completa pode ser encontrada no site deles.

Leia também: BitcoinTrade Inicia Negociação de Litecoin e faz Outras Melhorias

 

BitcoinTrade

Comprar e vender Bitcoin e Ethereum ficou muito mais fácil. A BitcoinTrade é a plataforma mais segura e rápida do Brasil. Além disso, é a única com a certificação de segurança PCI Compliance. Acesse agora ou baixe nosso aplicativo para iOs ou Android: https://www.bitcointrade.com.br/



Viciados em Criptomoedas Poderão ser Tratados em Hospital no Reino Unido


(Foto: Pixabay)

O centro médico do Hospital Castle Craig na Escócia, Reino Unido, que administra programas de dependência de drogas e álcool, vai tratar as pessoas viciadas de A segunda edição da publicação foi criada em 1971.

O programa vai realizar o tratamento de acordo com as técnicas já existentes para adictos em jogos de azar. The hospital is the data of the behavior of behavior impulsed the data of the performance behaviors.

No video que acompanha o informativo da instituição, o Dr. Mark Griffiths, professor de Saúde Comportamental na Universidade de Nottingham Trent, disse que “O vício em criptomoedas é, na verdade, apenas um subtipo de dependência on-line do dia-negociação”

“Ainda não é reconhecido como um dia de negociação”

data de obrigatoriedade, acredite-se que além da profissão 'trader', há milhares de entusiastas do bitcoin e outras criptomoedas Tipo de dependência: ] O maior objetivo do programa é o esforço em ensinar os novos viciados a viverem sem negociar on-line o tempo todo, pois uma das atividades que são mais importantes é o mesmo dos comerciantes é o monitora (19659022) criptoativos negociados.

Em segundo plano do centro médico, Chris Burn, um mercado financeiro de alto risco e extremamente volátil atrai o jogador problemático. Essas atividades transformam uma pessoa, excitam demais, e isso leva uma fuga da realidade. O Bitcoin, por exemplo, é um dos sensores nesse mercado. Pessoas ganham e perdem muito. É uma situação clássica de bolha ”, disse Burn.

Um outro terapeuta, Tony Marini, que já foi viciado em jogos e cocaína, hoje trabalha com uma aplicação de técnicas de restabelecimento da saúde e qualidade de vida.

o ajuda na interface com os novos dependentes. Ele é uma história de vida evita o desvio dos pacientes a outras ocupações e a introdução de uma estrutura de vida é fundamental para os viciados.

A relação com os que têm o mesmo problema ”, disse Marini.

O que aconteceu com o que é o problema do tratamento eficaz?

“A primeira etapa do tratamento é juntar-se aos outros em terapia de grupo e compartilhar suas histórias de vida. Isto é, a ajuda é um processo que não está sozinhos ”, afirmou Marini.

O tratamento

De acordo com o Hospital Castle Craig o tratamento é conhecido pelo diagnóstico de cada paciente. A instituição também oferece anonimato total aos pacientes, desde 1959 [+/]

  • Controle de impulso

  • Terapia de combate a sentimentos negativos

  • 19659019] Terapia comportamental cognitiva

  • Técnicas de prevenção de problemas

  • Terapia holística para a mente, corpo e espírito

  • Novos hábitos alimentares e fitness

  • Novos amigos (ex-dependentes)

  • Acompanhamento permanente [19659026Riscodeperdatotal

    [1965903] Não é um site especializado no assunto, o

    Addiction são vários tipos de vícios, sendo os mais comum na sociedade o alcoolismo, como drogas e jogos.

    De acordo com o site, de três a cinco em cada 100 jogadores São viciados, o que também pode se aplicar aos traders de criptomoedas.

    Quando um jogador não se controla, há grandes chances de acabar endividado, desprovido de bens, como carros e casas, ou até mesmo depressivo, uma das doenças

    Ataque de 51%: Bitcoin e Outras Criptomoedas

    BitcoinTrade

    Comprar e vender Bitcoin e Ethereum ficou muito mais fácil. Um BitcoinTrade é uma plataforma mais segura e rápida do Brasil. Além disso, é uma única com uma certificação de segurança PCI Compliance. Acesse agora ou baixe nosso aplicativo para iOS ou Android: https://www.bitcointrade.com.br/

O que são criptomoedas privadas?


Criptomoedas privadas são, basicamente falando, protocolos que oferecem um grau razoável de anonimidade nas suas transações.

O melhor é começar a explicar o que não são criptomoedas privadas. O Bitcoin não está nessa categoria. Cada carteira de blockchain tem um único endereço, e transações envolvendo esse endereço são registradas de forma permanente e pública no blockchain. É possível saber cada uma das transações envolvendo aquele endereço em particular – a questão é saber quem está por trás daquela série de números. Mas mesmo assim é possível saber quem está por trás, usando algumas técnicas.

Uma das agências de segurança dos Estados Unidos, por exemplo, cruza informações financeiras reais com padrões de gasto do do Bitcoin. Conhecendo as informações bancárias e de cartão de crédito de uma pessoa, é possível cruzar os padrões com os padrões das carteiras de Bitcoin, e dizer com um razoável grau de certeza quem é aquela pessoa. Dá trabalho, e só uma agência do governo teria orçamento para isso, mas funciona.

Com as criptomoedas privadas, isso é impossível.

Cada uma delas tem uma forma específica de esconder a identidade de seus usuários. Os projetos mais famosos nesse sentido são: Monero, ZCash, Dash e Augur.

Criptomoedas Privadas e Crime

Claro, por suas características, elas são ideais para crimes como lavagem de dinheiro e evasão fiscal. Além disso, podem ser usadas para financiamento do terrorismo.

A Monero é uma das mais antigas criptomoedas privadas, e também a maior. Com pouco menos de US$ 3 bilhões de capitalização, é a décima segunda maior cripto de acordo com dados do CoinMarketCap.

A Monero mistura suas transações com outras que estão ocorrendo ao mesmo tempo, para que não seja possível identificar quem é o verdadeiro transmissor de dinheiro. O valor que se quer transmitir também é quebrado em pedaços aleatórios então alguém olhando de fora não consegue verificar qual o total de transferências entre duas pessoas. Mas como quem recebe sabe qual a transação correta, em meio ao mar de transações falsas? Cada pessoa recebe uma chave privada responsável por vasculhar o blockchain à procura de transações direcionadas a ela.

A Regulação de Criptomoedas Privadas

A notícia mais recente sobre o assunto é o banimento do Japão. A autoridade financeira local, a Financial Secutiry Agency (FSA), anunciou que a partir do dia 18 de junho toda a negociação de criptomoedas privadas será banida no país. A justificativa oficial para o banimento foi desestimular criminosos. Além disso, no começo do ano, uma das maiores corretoras do Japão sofreu um hack no valor de US$524 milhões. Isso levou a FSA a adotar medidas mais sérias de proteção ao consumidor. Como as criptomoedas privadas podem ser usadas para limpar o dinheiro obtido em golpes, o que pode ser um dos motivos do banimento.  

Benefícios das criptomoedas privadas

Contudo, muitos argumentam dos benefícios das criptomoedas privadas.

O objetivo central delas é eliminar a entidade central que controla as transações. A anonimidade seria um passo além na proteção das pessoas em relação a essas instituições centralizadoras. Notícias de vazamentos, como o escândalo Cambridge Analytica, estão cada vez mais presentes nas notícias. Muitos defendem as criptomoedas privadas como o caminho para proteger os dados pessoais de hackers e multinacionais.

Conheça o Mercado Bitcoin, maior corretora de criptomoedas da América Latina

 

O que são criptomoedas privadas?

4 (1 voto)


Indian Exchange Unocoin Lança Nova Plataforma de Negociação com 15 Criptomoedas


 Indian Exchange Unocoin Lança Nova Plataforma de Negociação com 15 Criptomoedas "title =" Indian Exchange Unocoin Lança Nova Plataforma de Negociação com 15 Criptocorrências "/> </a></div>
</p></div>
<p>                 Exchanges<br />
              </p>
</p></div>
<p><strong> Uma das principais bolsas de criptomoedas da Índia, a Unocoin, anunciou o lançamento de sua nova plataforma de negociação, “apresentando todo o conjunto de ferramentas para os traders hardcore na indústria”. Quatorze moedas criptografadas agora podem ser negociadas usando suas plataformas. </strong></p>
<p><em><strong> Leia também: <a href= Yahoo! O Japão confirma entrada no espaço Crypto

Unocoin lança Unodax

Principal troca de criptografia indiana A Unocoin anunciou na quarta-feira o lançamento oficial de sua nova plataforma de negociação chamada Unodax (Unocoin Digital Asset Exchange). A empresa escreveu:

Avançar, Unocoin move a plataforma de negociação de ordens de livros ao vivo para o seu novo domínio exclusivo Unodax que estaria apresentando todo o conjunto de ferramentas para os comerciantes hardcore na indústria.

 Indian Exchange Unocoin lança novos Trading Plataforma com 15 Criptomoedas

 Indian Exchange Unocoin Lança Nova Plataforma de Negociação com 15 Criptomoedas A empresa acredita que a migração da plataforma existente para o Unodax “está sendo realizada sem nenhum contratempo aos usuários da Unocoin”, observando que “usuários irão reter suas credenciais de login e histórico de transações nos sites pós lançamento do Unodax. ”Além disso, os sites e aplicativos das duas plataformas compartilharão o nome de usuário e senha, explicou Unocoin, enfatizando:“ Para um usuário, nada muda – exceto pelo fato de que agora você tem sites diferentes que visam velocidade e desempenho. ”

Unocoin vs Unodax – as diferenças

O site explica que o Unocoin.com “agora é exclusivo para comprar e vender bitcoin [BTC]”, acrescentando que não há “derrapagem de preço até 10 BTC”, a execução é imediata, a taxa de transação é de 0,7% e o pedido mínimo é de 1.000 rúpias (~ US $ 15). A empresa elaborou:

No futuro, o Unocoin.com pode ser usado para armazenar seus ativos de criptografia e para comprar ou vender bitcoin dos serviços de corretagem que acompanham a Unocoin.

Em contraste, o Unodax.com será usado “para comprar ou vender outros ativos criptografados ”, além da BTC, com a taxa de fabricante de 0,4% e taxa de comprador é de 0,6%. Além disso, haverá “um bônus de bitcoin (0,3%) em todas as suas transações de fabricante”, para premiar aqueles que trazem “liquidez para a carteira de pedidos.”

Recentemente, Unocoin introduziu a negociação de 15 moedas criptográficas que agora estão listadas Unodax. Eles incluem BTC, BCH, ETH, LTC, XRP, BTG, BAT, DIVERTIMENTO, ZRX e OMG.

 Indian Exchange Unocoin Lança Nova Plataforma de Negociação com 15 Criptomoedas

Antes do lançamento do Unodax A plataforma acrescentou um “recurso de negociação baseado em pedidos em sua plataforma como parte de um conjunto de atualizações em seu aplicativo iOS e Android”, inicialmente apoiando “seis ativos de criptografia principais, ou seja, bitcoin (BTC), bitcoin cash (BCH), bitcoin ouro (BTG), litecoína (LTC), ethereum (ETH) e ondulação (XRP) ", escreveu a bolsa na época.

Sobrevivendo a Ordem RBI

Atualmente, as instituições financeiras estão em processo de fechamento de contas bancárias de trocas de criptomoeda, por ordem do Reserve Bank of India (RBI). Os bancos têm até 5 de julho para encerrar seus relacionamentos com empresas de criptografia. Enquanto isso, petições se acumularam no tribunal buscando a reversão da ordem do banco central. A Suprema Corte indiana ouvirá o caso em 20 de julho.

Enquanto isso, traders na Índia se reuniram em cripto-troca para negociar criptocorrências antes da proibição. As operadoras de plataformas de negociação também estão apresentando estratégias para permanecer no negócio mesmo depois que o pedido do banco central entra em vigor. Alguns deles, incluindo Zebpay e Koinex lançaram plataformas de negociação de criptografia a criptografia.

O que você acha desta nova plataforma? Deixe-nos saber na seção de comentários abaixo


Imagens cortesia de Shutterstock e Unocoin


Precisa calcular suas propriedades de bitcoin? Verifique nossa ferramentas seção.

Mercado de Cripto! 28/05 Bitcoin 4.2k USD? / NANO queda livre / SmartCash / Blockspot




Mercado de Criptomoedas de 28/05/2018. Queda, queda, queda e mais queda. Mercado em modo Urso total! Análise preocupante para o Bitcoin (BTC).

Jimmy Wales: Criptomoedas são definitivamente uma bolha


Jimmy Wales é um dos co-fundadores da Wikipedia. Em uma conferência blockchain europeia, a BlockShow Europe 2018, ele anunciou acreditar que o Bitcoin e as criptomoedas estão passando por uma bolha no momento. A fala fez parte de seu discurso de abertura do segundo dia da conferência.

O CEO da Wikipedia não poderia ter escolhido um timing melhor para sua fala. Apesar de o Bitcoin operar em leve alta nas últimas 24 horas, o prejuízo de quem comprou há uma semana está em 10%. Nos últimos 3 meses, a criptomoeda já caiu mais de 28%. Apesar de estar cotada a US$7400, chegou perto de cair abaixo dos US$7000, uma marca que, se superada, pode significar quedas ainda mais acentuadas.

Para Wales, “a questão das bolhas é que nunca sabemos quando vão estourar… pode ser que seja amanhã, mas uma questão mais importante é que vão estourar”.

Além de acreditar na bolha do preço do Bitcoin, Wales se mostrou cético em relação aos projetos de blockchain atuais. Muitos não são factíveis, e as comparações com  bolha dot.com são inevitáveis.

Andreas Antonopoulos, famoso educador no mundo das criptomoedas, também se mostrou cético em relação à maior parte dos novos projetos. Jimmy Song também critica a tecnologia e seu desenvolvimento há algum tempo.

Conheça o Mercado Bitcoin, maior corretora de criptomoedas da América Latina

Jimmy Wales: Criptomoedas são definitivamente uma bolha

Avalie


Será o Fim do Bitcoin? Porque Mercado Criptomoedas Está em Queda – Criptomoedas Pode Acabar?




Nesse vídeo vamos falar sobre algumas possibilidades de mercado para bitcoin e criptomoedas como um todo, já que temos vistos grande quedas no mercado …

Mercado de Cripto! 25/05 Bitcoin volta para 8.600 USD? / XRP / BAT




Mercado de Criptomoedas de 25/05/2018. Análise de alta para Bitcoin (BTC), Ripple (XRP) e Basic Attention Token (BAT) Vamos conferir? Não se esqueça de …

Marca 600:PacCoin(PAC),Agradecimento e Campanha Bitcoin Solidário Rio do Sul.




Chegamos à marca dos 600,novamente, Muito Obrigado!!! Doações para Campanha Bitcoin Solidário(Enchente na cidade de Rio do Sul): BTC Address: …

Blockchain – A tecnologia por trás do Bitcoin




↓ « CONTEÚDO » Playlist “Opções de Investimento” “Blockchain – A tecnologia por trás do Bitcoin” Tema: O que é e como funciona o …