Aegea conclui compra da Companhia de Saneamento do Norte por R$ 800 mi – Notícias


A Aegea Saneamento e Participações informou na noite de ontem, em fato relevante enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), que concluiu a aquisição da totalidade das ações da Companhia de Saneamento do Norte, que detém 100% do capital social da Manaus Ambiental e da Rio Negro Ambiental, Captação, Tratamento e Distribuição de Águas SPE.

Conforme publicado no fato relevante divulgado em 21 de fevereiro de 2018, para fazer frente à aquisição, os atuais acionistas minoritários da Aegea realizaram aportes de capital que totalizaram R$ 150 milhões, mediante a emissão pela companhia de ações preferenciais sem direito a voto, conversíveis em ações ordinárias. O valor total da aquisição foi de R$ 800 milhões, dos quais aproximadamente R$ 400 milhões serão pagos no ano de 2018 e o valor remanescente será pago em parcelas anuais até o ano de 2020, corrigidas pela Taxa DI.

Dessa forma, a Aegea passará a atuar em 49 cidades brasileiras, em 11 Estados, atendendo 7,6 milhões de habitantes. A companhia vai implementar, na capital amazonense, seu modelo de atuação, que tem como base a eficiência operacional. De acordo com o plano de investimento estabelecido, nos próximos 5 anos estão previstos R$ 560 milhões para a ampliação da cobertura dos serviços de água e esgotamento sanitário. Até 2030, é esperado que o município tenha 80% do esgoto tratado e coletado.

Segundo a Aegea, Manaus conta, atualmente, com índice de 75% de perdas de água e 19,2% de cobertura de esgoto.

Petrobras conclui cessão de 25% do campo de Roncador para Equinor e recebe US$2 bi – Notícias


SÃO PAULO (Reuters) – A Petrobras concluiu a cessão de 25 por cento de participação do campo de Roncador para a norueguesa Equinor e recebeu na quinta-feira 2 bilhões de dólares pela transação, informou a petroleira brasileira em fato relevante nesta sexta-feira.

A Petrobras permanece como operadora do campo, com 75 por cento de participação.

“Além desse valor, a Equinor realizará pagamentos contingentes, referentes aos investimentos nos projetos que visam ao aumento do fator de recuperação desse campo, carregando a Petrobras na proporção 2:1…limitados a 550 milhões de dólares”, disse a estatal.

“O objetivo é aumentar o fator de recuperação em pelo menos 5 por cento, podendo trazer um volume adicional de aproximadamente 500 milhões barris de óleo equivalente (boe)”.

(Por Raquel Stenzel)

Câmara conclui votação e aprova MP que cria Ministério da Segurança Pública – Notícias


BRASÍLIA (Reuters) – A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira a medida provisória que cria o Ministério da Segurança Pública.

O texto da MP originalmente previa o caráter provisório da pasta, mas foi alterado para torná-la definitiva. A medida precisa agora ser analisada pelo Senado.

Durante a análise de destaques, deputados mantiveram a previsão de o ministro da Segurança Pública solicitar ao presidente o uso das Forças Armadas em situações excepcionais.

O ministério foi criado em fevereiro, poucos dias depois de o presidente Michel Temer anunciar uma intervenção federal na área de segurança pública do Estado do Rio de Janeiro, em meio a uma grave onda de violência. O objetivo da pasta é coordenar e promover os serviços de segurança pública em todo território nacional em parceria com os entes da Federação.

Mais cedo, Temer comemorou a decisão dos parlamentares de conferir caráter definitivo à pasta. [nL1N1TF0O0]

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)

Bayer conclui a compra da Monsanto por US$ 63 bilhões – Notícias


Berlim, 7 Jun 2018 (AFP) – A Bayer se converteu nesta quinta-feira no líder mundial das sementes, fertilizantes e pesticidas após concluir a compra por 63 bilhões de dólares da americana Monsanto, anunciou o grupo farmacêutico e agroquímico alemão.

Dois anos depois de colocar em andamento o processo de aquisição, o mais importante até agora de uma empresa alemã no exterior, a Bayer comprou as ações da Monsanto por 128 dólares cada título, que já não são cotados em Wall Street, indicou em um comunicado.

A Bayer anunciou na segunda-feira que, com a compra, suprimirá a marca Monsanto.

A nova empresa vai conservar os produtos da Monsanto, como o Roundup – um dos herbicidas mais usados no mundo, mas acusado de ser nocivo para a saúde -, mas deixará de usar o nome Monsanto, objeto durante décadas dos protestos dos ativistas do meio ambiente.

A Bayer vai manter o nome de marcas muito conhecidas entre seus clientes agricultores como Dekalb (sementes de milho e colza), Seminis (sementes hortícolas) ou De Ruiter (sementes hortícolas).

O abandono da marca Monsanto é uma maneira para o grupo alemão tomar distância de um nome que foi alvo, por muitos anos, de protestos de organizações ecológicas e de grupos de agricultores.

Marfrig conclui compra da norte-americana National Beef – Notícias


SÃO PAULO, 6 Jun (Reuters) – A Marfrig Global Foods anunciou nesta quarta-feira (6) que concluiu a compra de 51% da norte-americana National Beef Packing Company, após receber na véspera as autorizações necessárias para finalizar a aquisição.

“Com a concretização da aquisição, a Marfrig transforma-se na segunda maior processadora de carne bovina do mundo em capacidade de produção”, disse a empresa, na nota enviada à imprensa.

A aquisição do controle da quarta maior processadora de carne bovina dos Estados Unidos foi anunciada em abril pela Marfrig, em uma operação de US$ 969 milhões. 

O valor foi financiado pelo banco privado Rabobank e também com a participação do Banco Bradesco e ING.

Edição de Raquel Stenzel)