Preço Bitcoin Cash Watch – BCH / USD afunda mais, bate três meses de baixa – Crypto Moeda Notícias


 Bitcoin Cash Price Watch

Principais destaques:

  • Bitcoin Cash diminuiu ainda mais na quarta-feira, caindo para uma baixa de três meses de US $ 800.

  • BCH / USD desde então se recuperou para a faixa de preço de US $ 820- $ 830

  • O cryptocurrency está em uma grande corrida de baixa, estabelecendo um grande apoio em US $ 820.

Bitcoin Cash afunda ainda mais, atinge três meses de baixa

Na quarta-feira, Bitcoin Cash continuou seu declínio desde o início desta semana, mesmo atingindo uma baixa de três meses de US $ 800 por um breve momento. O BCH / USD desde então se recuperou, agora negociando na faixa de preço de US $ 820 a US $ 830. O mercado de criptomoedas está fortemente pessimista agora, e a pressão de venda varreu a maior parte dos ganhos do final de 2017.

O Bitcoin Cash está atualmente em uma grande tendência de baixa. Ele estabeleceu um grande apoio em US $ 820 e uma grande resistência em US $ 855. Apesar do rápido recuo em sua baixa de três meses, o BCH / USD pode ver mais ações adversas no final do dia no momento de baixa. Há uma falta de catalisadores para enviar o Bitcoin Cash de volta à sua resistência e reverter a tendência atual.

No lado positivo, o Bitcoin Cash precisa superar sua resistência para subir até o próximo nível crítico, a US $ 875. Uma aproximação de US $ 1.000 mais uma vez é improvável no curto prazo. No lado negativo, uma quebra abaixo do suporte de US $ 820 geraria outra tendência de baixa que poderia empurrar o BCH / USD para US $ 800. Tradingview

Quanto aos técnicos, o MACD indicador está enviando um sinal de alta de curto prazo para o preço em dinheiro Bitcoin. O indicador RSI mostra que o Bitcoin Cash está em território de sobre-compra. O volume de negociação aumentou gradualmente, mas a pressão de compra não é alta o suficiente para causar uma grande correção.

Olhando para os indicadores técnicos:

  • MACD por hora – Sinal de alta

  • RSI por hora – Bitcoin Dinheiro em território de sobre-compra [19659004] Nível de resistência – $ 855

  • Nível de suporte – $ 820

Imagem destacada: Depositphotos / © leungchopan

Se você gostou deste artigo Clique para compartilhar

Bate papo sobre Bitcoin com Fernando Ulrich – 3 de 3



Dia 29 de junho em Porto Alegre realizamos mais uma edição do evento Cerveja e Liberdade onde reunimos todos aqueles que tem como valor fundamental a defesa da liberdade individual para conversar…

Ibovespa estende rali com efeito Lula e exterior e bate 85 mil pontos – Notícias


O Ibovespa encerrou a penúltima semana de janeiro acima da marca histórica dos 85 mil pontos, com forte volume, seguindo o movimento das bolsas no exterior e dando continuidade ao rali de quarta-feira após a condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no TRF-4.

No fechamento, o índice avançou 2,21%, aos 85.531 pontos, na máxima do dia. O volume financeiro foi bastante forte e atingiu os R$ 13,5 bilhões, cerca de 80% maior do que a média de R$ 7,5 bilhões dos pregões em janeiro e superior ao pregão de quarta, quando já havia rodado R$ 13 bilhões.

Na semana, a forte alta provocada pelo julgamento de Lula levou o índice acumular um ganho de 5,31%. É a melhor semana do Ibovespa desde 15 de abril de 2016, quando houve alta acumulada de 5,84%, com os investidores pautados pela primeira votação do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff na Câmara.

Entre os principais desempenhos, destaque para o movimento dos bancos, especialmente do Itaú Unibanco PN, maior peso do índice e que hoje movimentou R$ 1,66 bilhão, contra R$ 939 milhões no pregão anterior ? a ação subiu 5,46%, a R$ 53,12. A Petrobras PN também foi destaque, com alta de 3,05%, a R$ 19,93, e giro de R$ 1,61 bilhão, ante R$ 725,6 milhões.

Analistas notam que o rali do mercado de agora continua acompanhando a euforia do “efeito Lula”, pela permanência da confiança de que o petista poderá ficar fora das eleições este ano. Em um momento de exterior positivo aos mercados emergentes, o estrangeiro prefere se alocar nos papéis de maior liquidez e peso do Ibovespa ? razão pela qual os bancos têm um potencial de alta (“upside”) importante.

O movimento também foi forte no caso dos papéis da Cemig PN, que fecharam com avanço de 10,07%, a R$ 7,43. Além das perspectivas positivas de entrada no papel, que vinha “atrasado” em termos de movimento no mercado, a Cemig é uma estatal e não acompanhou o avanço de outras empresas que tenderiam a ganhar sem um governo petista em vista ? o atual governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, é do PT.

Bolsa bate 2º recorde seguido após Lula, passa de 85 mil pontos e sobe 2,2% – Economia


O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, fechou esta sexta-feira (26) em alta de 2,21%%, a 85. 530,84 pontos. Com isso, o índice atinge novo recorde de pontuação, ultrapassando pela primeira vez na história a marca de 85 mil pontos. 

Na semana, a Bolsa acumula valorização de 5,31%. 

A alta ainda foi influenciada pela confirmação da condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na última quarta-feira (24), o que pode tirar o petista da disputa presidencial em outubro. Na visão do mercado, Lula seria um candidato menos comprometido com o controle das contas públicas.

As ações da Petrobras (5,24%), do Banco do Brasil (+3,11%), do Bradesco (+3,52%) e do Itaú Unibanco (+5,46%) registraram valorização nesta sexta-feira. Os papéis da mineradora Vale (-0,84%) caíram. Essas empresas têm grande peso sobre o Ibovespa.

Dólar cai 0,31%, a R$ 3,14

dólar comercial fechou em queda de 0,31%, cotado a R$ 3,14 na venda. É o menor valor de fechamento desde 4 de outubro (R$ 3,13). Na semana, a desvalorização acumulada foi de 1,9%.

(Com Reuters)