Vendas no varejo britânico surpreendem e avançam 1,3% em maio – Notícias


As vendas no varejo do Reino Unido tiveram expansão de 1,3% em maio ante abril, segundo dados publicados hoje pelo Escritório Nacional de Estatísticas (ONS, na sigla em inglês). O resultado do mês passado surpreendeu analistas consultados pelo The Wall Street Journal, que previam avanço bem menor nas vendas, de 0,3%.

Na comparação anual, o setor varejista britânico ampliou as vendas em 3,9% em abril, também superando de longe a projeção do mercado, que era de alta de 2,2%. Fonte: Dow Jones Newswires.

Índices acionários da China avançam após Trump e Kim assinarem acordo de desnuclearização – Notícias


XANGAI (Reuters) – Os mercados acionários da China avançaram nesta terça-feira, com a melhora do sentimento depois que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o líder norte-coreano, Kim Jong Un, assinaram um acordo para a desnuclearização da península coreana.

Washington anunciou que irá fornecer garantias de segurança a seu antigo inimigo.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, avançou 1,23 por cento, enquanto o índice de Xangai teve alta de 0,91 por cento, interrompendo uma série de três sessões de perdas consecutivas.

Os ganhos setoriais foram liderados pelas ações de consumo e de saúde, que subiram 3,5 e 1,7 por cento, respectivamente.

No entanto, a cautela ainda prevalecia, com investidores preocupados com as condições de liquidez em meio a riscos de crédito e mais listagens de gigantes de tecnologia que poderiam enfraquecer o financiamento já apertado.

No restante da região, o encontro entre Trump e Kim ajudou a impulsionar os mercados. No entanto, houve algum desconforto entre os investidores sobre o resultado das negociações, dadas as relações tensas entre as duas nações.

O índice MSCI, que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão, tinha variação positiva de 0,01 por cento às 7:44 (horário de Brasília).

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 0,33 por cento, a 22.878 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 0,13 por cento, a 31.103 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 0,91 por cento, a 3.080 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 1,23 por cento, a 3.826 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve desvalorização de 0,05 por cento, a 2.468 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou baixa de 0,04 por cento, a 11.144 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 0,32 por cento, a 3.430 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 0,15 por cento, a 6.054 pontos.

Vendas antecipadas da safra de soja de MT 18/19 avançam para 20,8%, diz Imea – Notícias


SÃO PAULO (Reuters) – A comercialização antecipada da safra de soja 2018/19 de Mato Grosso, maior produtor brasileiro, saltou para 20,83 por cento da produção projetada em 32,3 milhões de toneladas, na esteira dos preços futuros de Chicago e também pela alta na cotação do dólar, informou nesta segunda-feira o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea).

Com isso, as negociações já apresentam um adiantamento de 16,56 pontos percentuais quando comparadas às do mesmo período do ano passado para a safra futura, visto que o preço médio comercializado está 21,7 por cento mais alto do que naquele momento.

No mês, a comercialização da safra 2018/19, que será plantada a partir de setembro, aumentou quase 7 pontos percentuais, disse em boletim mensal o Imea, órgão ligado aos produtores do Estado.

No entanto, O Imea destacou as preocupações quanto às vendas do grão neste mês, em função da tabela do governo para o preço do frete, que travou o mercado na primeira semana do mês de junho.

Além disso, os preços em Chicago recuaram nesta segunda-feira para mínimas de vários meses, diante das boas condições para a safra dos EUA.

O Imea também registrou uma avanço nas vendas da safra velha de soja para 85,58 por cento da produção estimada.

MILHO

Para a safra de milho da temporada 2017/18, que começou a ser colhida em Mato Grosso, as vendas apresentaram um avanço de mais de 10 pontos percentuais, para 67,44 por cento da produção estimada.

“Tal avanço só foi possibilitado graças à valorização tanto no mercado externo, após os avanços nas cotações do dólar, na bolsa de Chicago e nos prêmios…”, disse o Imea.

Segundo o instituto, os preços internos mais altos, em decorrência das preocupações quanto à oferta de segunda safra no Brasil, que sofreu perdas devido à seca, também favoreceram os negócios.

“Devido às boas ofertas de preço, também foram iniciados os primeiros reportes de comercialização para o milho mato-grossense da safra 18/19, que já apresenta 12,12 por cento do total da produção estimada”, afirmou o Imea.

(Por Roberto Samora)