Bitcoin atinge o menor preço de 2018



Nesta sexta-feira, 22 de junho, o preço do bitcoin atingiu a menor marca no ano de 2018, pelo menos até agora, chegando a $ 5910.

O menor valor alcançado anteriormente pelo bitcoin foi US $ 5.947, em 6 de fevereiro.

Alguns analistas estão afirmando que os ataques hackers sofridos pela Coinrail em 11 de junho e o recente ataque hacker sofrido pela Bithumb dia 19, juntamente o anúncio de que a FSA a agencia reguladora do Japão está obrigando as exchanges de criptomoedas BitFlyer, QUOINE, BTC Box, Bit Bank, Tech Bureau e Bit Point, a melhorar os procedimentos de AML / KYC, aprimorando seus sistemas internos de auditoria e proteção do usuário. Isso, naturalmente, gerou desconfiança em muitos investidores naquele país e no mundo, segundo alguns especialistas, estes eventos teve um impacto negativo no mercado.

Guia do Bitcoin

 

Previous:

Programa da CNBC apresenta o “Funeral do Bitcoin”

Postado em junho 23, 2018

Next:

Dicas para apostar e ganhar Bitcoin na Copa do Mundo

Postado em junho 23, 2018

Nova atualização da rede Ethereum reduz comissão dos mineradores

Entre as mudanças mais importantes está a redução da comissão para os mineradores, que foram reduzidas de 3 para 0,6 ETH. As notícias sobre o próximo lançamento do Casper têm um impacto favorável no preço da…


Altcoin (ALT) Hits $ 17,3465: 24h Volume atinge $ 3836 – Gazeta Económica



Altcoin (ALT) Hits $ 17,3465: 24h Volume atinge $ 3836 Economia GazetteAltcoin (ALT) negociou 1,95 por cento contra USD durante o último período de 24 horas fechando 23:30 em 21 de junho EST. Altcoin neste momento tem uma capitalização de mercado total de US $ 2,136,660 e seu volume de 24 horas é de cerca de US $ 3.836. Dentro do período …

Ethereum Preço Assista – ETH / USD Atira Mais Alto, Atinge Sete Dias De Alta – Crypto Moeda Notícias


 Ethereum preco relogio

Ethereum preco vigio: Ethereum bordas mais alto hoje.

Principais destaques:

  • Ethereum preco subiu cerca de 5% na manha de manha, atingindo uma alta de sete dias de US $ 548,80

  • A ETH / USD está atualmente em uma grande tendência de alta para testar uma resistência em US $ 550.

  • O mercado de criptomoedas continuou sua recuperação a partir da semana passada, adicionando US $ 12 bilhões em 24 horas.

Ethereum Price Watch: ETH / USD Edges Superior, Hits Weekly High

O preço do Ethereum subiu mais alto na manhã de terça-feira, atingindo uma alta semanal de US $ 548,80. Atualmente, a ETH / USD está na faixa de preço de US $ 530 a US $ 540. Um grande suporte foi estabelecido na banda inferior desta faixa de negociação em US $ 530.

A ETH / USD tem tido uma grande alta desde a abertura, testando uma grande resistência em US $ 550. Uma quebra acima disso é improvável, pois há alguns sinais de recuo em direção ao suporte. No entanto, todo o mercado de criptomoedas ainda está no caminho da recuperação da semana passada, adicionando US $ 12 bilhões nas últimas 24 horas, e novas corridas de touros são quase inevitáveis. No lado negativo, um movimento abaixo de $ 530 poderia levar o preço da Ethereum a um nível de retração de $ 505.

 Ethereum price watch
Fonte: Tradingview

Quanto aos técnicos, o MACD está mostrando um fraco patamar sinal, enquanto o indicador RSI coloca Ethereum em um território severamente sobrevendido. O volume de negociação abrandou nas últimas horas

Olhando para os indicadores técnicos:

  • Sinal MACD – sinal de baixa

  • RSI horário – Ethereum está no território de sobrevenda

  • Nível de resistência principal – $ 550

  • Nível de apoio principal – $ 530

>> EOS congela sete contas: Ensinos de caos

Destaque Imagem: © / © rclassenlayouts

Se você gostou deste artigo Clique para compartilhar

($6.100) Preço do Bitcoin continua caindo e atinge valor mais baixo desde fevereiro



O preço do bitcoin continuou a subir nos níveis de suporte na quarta-feira, empurrando a criptomoeda para cerca de mais US$ 100 de sua baixa no ano.

O Bitcoin havia entrado no dia em uma trajetória descendente e – para surpresa de ninguém – continuou a perder peso durante toda a manhã e início da tarde. Aproximadamente às 16:22 UTC, esse declínio se tornou ainda mais precipitado, pois uma série de grandes pedidos de venda reduziu o preço do bitcoin para US$ 6.107 – sua marca mais baixa desde 5 de fevereiro e menos de US $ 110 alcançou um novo recorde no ano.

O sell-off é uma continuação de uma correção de mercado que, apesar de várias recuperações falsas, começou no final de dezembro e persistiu ao longo do primeiro semestre de 2018.

No entanto, o declínio de hoje também está correlacionado com a publicação de novas pesquisas acadêmicas que sugerem que o rali do ano passado foi apoiado em certa medida pela manipulação de mercado relacionada ao token USDT indexado pelo Tether.

Longo prazo é otimista

Muitos analistas continuam otimistas em relação ao longo prazo, mas as perspectivas de curto prazo do bitcoin parecem cada vez mais sombrias.

Conheça a plataforma de comunicação criptografada Crypviser

Você considera importante proteger sua privacidade? Se sim, então você precisa conhecer a Crypviser, que garante troca de informações seguras baseadas na Blockchain. A plataforma pode ser usada por indivíduos…


“Preço do Bitcoin atinge fundo do poço e agora vai subir”, diz analista



O preço do Bitcoin atingiu o fundo do poço e vai reaparecer em breve, como uma fênix surgindo das cinzas. É isso que a análise técnica sugere, de acordo com Robert Sluymer, chefe de estratégia técnica da Fundstrat Global Advisors.

Sluymer, cujo colega e chefe é o apoiador de criptomoedas, Tom Lee, ofereceu um vislumbre de esperança para o mercado agitado, que foi dizimado recentemente.

Os preços da BTC despencaram 60% desde que se aproximaram de quase US$ 20.000 em dezembro de 2017. Até o momento, a transação está sendo negociada em aproximadamente US $ 7.400.

Preço do Bitcoin está se consolidando e se preparando para subir

Depois de semanas de sputtering, o impulso positivo está sendo construído silenciosamente para o topo da criptomoeda por capitalização de mercado, disse Sluymer.

“Quando recuamos, vemos a primeira fase começando a acontecer”, disse ele à CNBC. “Acreditamos que o bitcoin está começando a dar o seu apoio muito importante em torno de US$ 7.000, e achamos que vai começar um processo de recuperação aqui”.

Sluymer apontou que o Bitcoin caiu várias vezes recentemente para um nível de suporte de cerca de US$ 7.000 antes de se recuperar. “Esse é certamente o primeiro passo em um processo de bottoming – para ver algum tipo de consolidação ou uma alta se formando”, explicou ele.

Inflação na Turquia atinge em maio maior nível desde novembro – Notícias


A taxa anual de inflação ao consumidor da Turquia acelerou de 10,85% em abril para 12,15% em maio, atingindo o maior nível desde novembro do ano passado, segundo dados da agência de estatísticas do país, após um recente tombo na lira turca. O resultado superou a expectativa de analistas consultados pelo The Wall Street Journal, que previam taxa de 12,03% no mês passado.

Em relação a abril, o índice de preços ao consumidor da Turquia subiu 1,62% em maio, também superando a projeção do mercado, que era de ganho de 1,5%.

Às 4h40 (de Brasília), o dólar se enfraquecia a 4,6276 liras turcas, ante 4,6535 liras antes da divulgação do indicador de inflação. Desde o começo do ano, porém, a lira já perdeu um quinto de seu valor tanto frente ao dólar quanto em relação ao euro.

Em abril, o banco central turco elevou sua previsão de inflação para este ano de 7,9% para 8,4%, citando projeções mais otimistas para as cotações do petróleo e a desvalorização da moeda doméstica. Fonte: Dow Jones Newswires.

Greve na Petrobras atinge 21 plataformas em Campos e paralisa 3, diz sindicato – Notícias


Por Marta Nogueira

RIO DE JANEIRO (Reuters) – Petroleiros de 21 plataformas da Petrobras na Bacia de Campos –responsável por cerca de metade da produção de petróleo do Brasil– aderiram a uma greve de 72 horas que atinge também refinarias e terminais desde o início do dia, informaram sindicatos.

Um total de seis plataformas de produção em Campos estão “totalmente paralisadas”, sendo que três já estavam em manutenção e as demais pararam em função da greve, afirmou à Reuters o coordenador de Comunicação do Sindipetro-Norte Fluminense, Francisco Oliveira.

A Petrobras não comentou imediatamente a informação.

Mais cedo, a companhia havia afirmado em nota que haviam sido registradas paralisações pontuais em algumas unidades operacionais e que não havia impacto na produção, sem entrar em detalhes.

O sindicalista explicou que, ao aderir a greve, os funcionários entregam a operação das unidades a equipes de contingência. Segundo Oliveira, a paralisação das três plataformas ocorreu por questões de segurança.

“A gente tem uma responsabilidade muito grande em um movimento como esse, de entregar (a operação) à Petrobras, mas entregar com segurança”, disse Oliveira, que não tinha informações detalhadas sobre quais as unidades estão paradas.

Petroleiros afirmaram que a greve não tem a intenção de trazer riscos para o abastecimento de combustíveis do país e que eles têm a responsabilidade de atender as necessidades básicas da população.

Além disso, as refinarias da empresa estão com tanques cheios, após a paralisação de caminhoneiros nos últimos dias, afirmou o diretor-executivo de Estratégia, Organização e Sistema de Gestão da Petrobras, Nelson Silva, em um evento em São Paulo.

O movimento ocorre apesar de o Tribunal Superior do Trabalho (TST) na véspera ter declarado que a greve dos petroleiros é ilegal. Foi estipulada multa diária de 500 mil reais pelo descumprimento da decisão.

Em nota, sobre a decisão da Justiça, o coordenador-geral da Federação Única dos Petroleiros (FUP), José Maria Rangel, afirmou que “a categoria não se intimidará”.

A greve nacional tem como objetivo uma redução dos preços do gás de cozinha e dos combustíveis. Também é contra a privatização da Petrobras e busca a saída do presidente da petroleira Pedro Parente, segundo sindicatos.

DEMAIS IMPACTOS

A Federação Única dos Petroleiros (FUP), que representa 12 sindicatos de petroleiros, afirmou que, em suas bases, dez refinarias estão sem troca de turno: Reman (AM), Lubnor (CE), Abreu e Lima (PE), Rlam (BA), Reduc (Duque de Caxias), Regap (MG), Replan (SP), Recap (SP), Repar (PR) e Refap (RS).

Também estão parados, segundo FUP, os trabalhadores da SIX, Superintendência de Industrialização de Xisto (PR), e das Fábricas de Fertilizantes Nitrogenados (Fafen) do Paraná e da Bahia.

Na Transpetro, a FUP afirmou que a greve atinge os terminais do Paraná, de Santa Catarina, do Rio Grande do Sul, do Espírito Santo, do Amazonas, do Ceará, de Pernambuco, de Campos Elíseos (Duque de Caxias) e de Cabiúnas (Macaé).

“No Rio Grande do Norte, os trabalhadores dos campos de produção terrestre do Alto do Rodrigues e de Mossoró também aderiram à greve, assim como os petroleiros do Ativo Industrial de Guamaré e da Estação Coletora do Canto do Amaro”, disse a FUP.

(Por Marta Nogueira; reportagem adicional de Luciano Costa)

Índice acionário de Xangai atinge mínima de 6 meses com venda de blue chips – Notícias


XANGAI (Reuters) – Os mercados acionários da China terminaram em queda pela terceira sessão consecutiva nesta quinta-feira, com o índice referencial de Xangai atingindo a mínima de seis meses mesmo após dados mostrarem que o desempenho comercial do país em janeiro superou as expectativas.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, teve queda de 0,96 por cento, enquanto o índice de Xangai caiu 1,42 por cento.

Os investidores se desfizeram de blue chips, incluindo papéis dos setores de energia e bancário, além de empresas de infraestrutura e imobiliárias.

Um índice que acompanha as 50 blue chips mais representativas em Xangai caiu 2,8 por cento. Na quarta-feira o índice havia registrado a maior perda percentual em um dia em dois anos.

O crescimento comercial da China em janeiro superou facilmente as expectativas, com as exportações aumentando 11,1 por cento sobre o ano anterior e as importações saltando 36,9 por cento, de acordo com dados divulgados nesta quinta-feira.

O subíndice do setor financeiro caiu 2,61 por cento, o de consumo avançou 1,67 por cento, o imobiliário recuou 1,59 por cento e o de saúde subiu 1,31 por cento.

Já o índice MSCI, que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão, tinha alta de 0,13 por cento às 7h17 (horário de Brasília).

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 1,13 por cento, a 21.890 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 0,42 por cento, a 30.451 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 1,42 por cento, a 3.262 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 0,96 por cento, a 4.011 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve valorização de 0,46 por cento, a 2.407 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou baixa de 0,22 por cento, a 10.528 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 0,95 por cento, a 3.415 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 0,24 por cento, a 5.890 pontos.