Michigan apresenta projeto de lei para processar pessoas que falsamente alteram dados sobre blockchain


O Michigan legislador estadual introduziu dois projetos de lei que classificam a modificação de dados em um blockchain como um crime de acordo com House Bills 6257 ] e 6258 apresentados no serviço de rastreamento legislativo dos EUA Legiscan 12 de junho.

HB 6257 diz que qualquer pessoa que “falsamente faz, altera, falsifica ou falsifica um registro público” e pretende “ferir ou defraudar outra pessoa”, seria processado por um “crime punível com prisão por não mais que 14 anos”.

HB 6258 altera o código penal existente em Michigan para incluir definições de tecnologia de contabilidade distribuída (DLT). além da criptomoeda. Define criptomoeda como “moeda digital na qual as técnicas de criptografia são usadas para regular a geração de unidades monetárias e verificar a transferência de fundos, e isso opera independentemente de um banco central.”

Atualmente, ambos os projetos foram encaminhados ao Comitê. Sobre Lei e Justiça

Pela sua definição blockchain fornece um registro de dados digitalizado que não pode ser alterado. Todas as partes de uma transação blockchain mantêm uma cópia do blockchain, o que significa que seria praticamente impossível alterar todas as cópias do livro globalmente para falsificar uma transação.

De acordo com o IBM Blockchain Blog , se qualquer registro de blockchain for alterado, as assinaturas se tornarão inválidas para que outros participantes da rede sejam notificados imediatamente. As redes blockchain não possuem um único ponto de vulnerabilidade para ataques e não podem ser alteradas usando um único computador. Seria necessário imensos volumes de poder computacional para acessar “cada instância” de um blockchain para alterar os dados ao mesmo tempo.

No início deste ano, o estado do Tennessee aprovou legislação que reconheceu a lei autoridade para usar a tecnologia blockchain e contratos inteligentes para transações eletrônicas. O projeto de lei também incluiu uma cláusula que “protege os direitos de propriedade de certas informações protegidas pela tecnologia blockchain”.

Fim da mineração? Intel apresenta alternativa para validar transações na Blockchain


O Escritório de Marcas e Patentes dos Estados Unidos publicou uma solicitação da Intel, gigante da tecnologia, que descreve um método automatizado para verificar registros na blockchain.

A patente intitulada “Tecnologia para a partição segura e atualizar um livro digital distribuída” sugere um método para dividir um DLS segurança para que alguns ou todos os problemas de escalabilidade enfrentando uma DLS monolíticas sem divisórias sejam evitados.

A patente da Intel explica a verificação automática de registros na blockchain da seguinte forma: O sistema envolve um primeiro

O FVN determinará se a assinatura digital para o registro na blockchain foi criado com uma chave privada correspondente ao identificador de Fonte

Guia do Bitcoin

 

Previous:

5 tendências da blockchain que você deveria conhecer

Postado em Maio 29, 2018

Coreia do Sul apresenta regras para corretoras de moedas digitais


O governo da Coreia do Sul lançaram ontem, dia 23, dois conjuntos de diretrizes que determinam medidas regulatórias para o mercado de moedas digitais.

O anúncio feito pelo vice-presidente da Comissão de Serviços Financeiros (FSC), Kim-Yong-bum, traz detalhes sobre as Medidas Especiais do Governo para a Eliminação da Especulação de Moedas Digitais, anunciadas pela primeira vez em 28 de dezembro. Também foram definidas ações para combater a lavagem de dinheiro a serem tomadas por todos os bancos que trabalham com criptomoedas.

As regras

Grande parte do documento apresentado pelo governo sul-coreano diz respeito ao sistema de identificação dos proprietários das contas. Essa medida irá substituir a forma como os usuários de moedas digitais tem suas identidades verificadas pelos bancos. Atualmente, as instituições financeiras abrem contas para que os clientes depositem e retirem o dinheiro das transações com moedas digitais.

A partir do dia 30 de janeiro, o sistema de nome real estará disponível para serviços de depósito e retirada para contas relacionadas às criptomoedas. Seis grandes bancos implementarão o novo sistema, incluindo Shinhan Bank, Nonghyup Banl, Kookmin Bank, Hana Bank e Gwangju Bank.

A nova lei fará que novos usuários devem ser adicionados após procedimentos de identificação rigorosos, comentou Kim-Yon-bum.

Informes sobre lavagem de dinheiro

No início do mês, o Serviço de Supervisão Financeira realizou inspeção em diversos bancos do país para certificar se as instituições estavam cumprindo as medidas contra a lavagem de dinheiro. Na última terça, dia 23, foram divulgadas novas diretrizes para combater o crime.

As corretoras costumam separar seus fundos ou dos fundos dos clientes, no entanto, os responsáveis pela inspeções do governo revelaram que “algumas empresas arrecadaram fundos de usuários através de contas corporativas abertas em bancos”.

Em determinados casos, os fundos dos clientes foram transferidos para contas bancárias de representantes das corretoras, o que pode ser caracterizado como fraude e desfalque.

Mudança na legislação

Outra notícia que abalou o mercado sul-coreano é que o governo passará a cobrar imposto corporativo de 22% e outra taxa de 2,2% sobre os lucros das casas de câmbio de criptomoedas.

As porcentagens de impostos estão em conformidade com o código tributário sul-coreano para todas as empresas que obtêm uma renda anual de mais de 20 bilhões de won (US$ 18,7 milhões), de acordo com a agência de notícias Yonhap.

A população do país não gostou muito das medidas e fez uma petição que já tem 200 mil assinaturas para tentar impedir que as novas normas sejam implementadas. As autoridades agora precisam dar uma resposta oficial aos apelos dos entusiastas do mercado de moedas digitais.

Coreia do Sul apresenta regras para corretoras de moedas digitais

Avalie


Cadence apresenta Chaleira Elétrica Acqua Thermo com jarra de vidro e Sistema Light Color


Sempre pensando em facilitar a vida das pessoas dentro de suas casas, a Cadence – marca da JCS Brasil e inovadora na fabricação de eletrodomésticos – traz ao mercado a Chaleira Elétrica Acqua Thermo CEL 730, com jarra de vidro e sistema Light Color, que, por meio de leds, muda de cor de acordo com a temperatura selecionada.

Prática, multifuncional, rápida e segura, a Acqua Thermo CEL 730 é perfeita para auxiliar nas receitas que utilizam água quente, como chás, arroz e macarrão, além de cozimentos em banho maria, como chocolates, pudins, higienização de mamadeiras e aquecimento de papinhas.

Possui sistema de segurança com desligamento automático e proteção contra superaquecimento. Com versões de 127V e 220V e jarra de vidro – que ajuda na visualização do nível da água e não “transfere” gosto – de 1,7 litro, a Acqua Thermo CEL 730 conta também com bico dosador, porta-fio, base antiderrapante independentemente – que facilita a organização em armários -, botão “on/off” para ligar e desligar e sistema de botões no topo da tampa da chaleira para abrir e fechar.

A Cadence é líder de mercado no segmento de chaleiras elétricas – dos 10 modelos mais vendidos no mercado, seis são da empresa – e já vendeu mais de 1,5 milhão de unidades no país. Independente da necessidade, a empresa sempre tem o eletrodoméstico ideal para incrementar as receitas e facilitar ainda mais o dia a dia dos brasileiros.

Sobre a JCS Brasil:
A JCS Brasil é subsidiária da Newell Brands, líder mundial de produtos de consumo com um amplo portfólio de marcas reconhecidas, entre as quais se destacam: Oster®, Cadence®, Mr. Coffee®, Sunbeam®, Paper Mate®, Sharpie®, Dymo®, EXPO®, Parker®, Elmer’s®, Coleman®, Jostens®, Marmot®, Rawlings®, FoodSaver®, Rubbermaid Commercial Products®, Graco®, Baby Jogger®, NUK®, Calphalon®, Rubbermaid®, Contigo®, First Alert®, Waddington® e Yankee Candle®.

Para milhões de consumidores, as marcas da Newell Brands facilitam a sua vida, onde vivem, aprendem, trabalham e se divertem.

Para mais informações visite: www.newellbrands.comwww.oster.com.brwww.cadence.com.br

Website: http://www.cadence.com.br

Serviço de calibração se apresenta como aliado à redução de poluentes para o Brasil


Serviço de calibração se apresenta como aliado à redução de poluentes para o Brasil

Importante para garantir eficiência de equipamentos, o serviço de calibração tem permitido a identificação da poluição excessiva, possibilitando ações de reversão.

De acordo com Inventário Nacional de Emissões de Veículos que aponta dados de 2012, foi identificada a redução de emissões de gases diversos no território brasileiro, mesmo levando-se em consideração o crescimento da frota de veículos, incluindo carros, motos, caminhões, etc. Essa diminuição, em parte, se deve à identificação dos níveis de liberação feita por equipamentos de medição devidamente calibrados.

No primeiro levantamento realizado no ano de 2009, o Brasil contava com uma frota de 38,4 milhões de veículos, sendo esse dado atualizado em 2012 para 48,7 milhões. A crescente por lógica indicaria o aumento dos números de poluentes, mas o relatório apontou redução de 16% em emissões de CO, diminuição de 7% em metano e queda de 12% referente ao material particulado, que engloba fumaça, poeira e demais partículas identificadas como maléficas que ficam presentes na atmosfera.

Como colaboradores na diminuição e descoberta desses números, apresentam-se os equipamentos de medição , responsáveis por captar os níveis de poluição. Tais equipamentos, precisando obrigatoriamente passar por processos que calibração, atuam como instrumentos de controle preciso, que inspiram estudos, abrem espaço para análises de caso e permitem ações de reversão.

Ações de monitoramento de poluição contam com respaldo de normas e são incentivadoras no setor automotivo

A prática do controle e análise de poluentes está intimamente ligada a quantificação e qualificação de regras estabelecidas para critérios de operação e pelas determinações da legislação ambiental, incluindo regras do próprio Conselho Nacional do Meio Ambiente, o Conama, responsável por permitir a conciliação em distintos setores da sociedade para um objetivo em comum.

Em razão do cuidado e atenção dispensados ao meio ambiente, tornou-se necessário determinar os impactos causados e prováveis da poluição, sendo tratados no requisito 4.5.1 Monitoramento e Medição da NBR-ISO-14001:1996 que fala: “A organização deve estabelecer e manter procedimentos documentados para monitorar e medir, periodicamente, as características principais de suas operações e atividades que possam ter um impacto significativo sobre o meio ambiente.”

Aliado a isso, também existe o Programa de Controle de Poluição do Ar por Veículos Automotores (Proconve), que estabelece o controle de substâncias poluentes por veículos automotores e motocicletas. O programa serve também como um alerta para o segmento de transporte público, que executa para entrar em alinhamento e reduzir índices de emissão que extrapolam o permitido.

Prática de medição inspira renovações para redução de índices de poluição

Uma das determinações do Proconve estabeleceu o limite da emissão de monóxido de carbono em 0,2 gramas por quilômetro, em qualquer combustível. Para essa diminuição, foi necessário a alteração do teor de enxofre no diesel e na gasolina. Ainda no ano de 1980, um veículo era responsável por lançar no ar uma quantidade 54 vezes superior. Equipamentos de medição mostravam que a gasolina brasileira apresentava 800 ppm (partes por milhão) de enxofre, alterado hoje para 50 ppm. O diesel apresentou 13 mil ppm de enxofre, atualizado hoje para 10 ppm.

A prática do serviço de medição serviu como aliado para as determinações do excesso de poluentes, permitindo ações de reversão. A calibração, como serviço preventivo, é responsável por garantir o correto desempenho dos instrumentos dentro dos padrões determinados de identificação ou até mesmo a definição de um padrão regulativo. Dentre os ramos que fazem uso de instrumentos de medição , encontram-se: pressão, força, massa e dureza, temperatura e umidade, química e vidraria, elétrica, tempo e frequência e dimensional.

Website: http://www.solucoesindustriais.com.br/