Preço Bitcoin Cash Watch – BCH / USD afunda mais, bate três meses de baixa – Crypto Moeda Notícias


 Bitcoin Cash Price Watch

Principais destaques:

  • Bitcoin Cash diminuiu ainda mais na quarta-feira, caindo para uma baixa de três meses de US $ 800.

  • BCH / USD desde então se recuperou para a faixa de preço de US $ 820- $ 830

  • O cryptocurrency está em uma grande corrida de baixa, estabelecendo um grande apoio em US $ 820.

Bitcoin Cash afunda ainda mais, atinge três meses de baixa

Na quarta-feira, Bitcoin Cash continuou seu declínio desde o início desta semana, mesmo atingindo uma baixa de três meses de US $ 800 por um breve momento. O BCH / USD desde então se recuperou, agora negociando na faixa de preço de US $ 820 a US $ 830. O mercado de criptomoedas está fortemente pessimista agora, e a pressão de venda varreu a maior parte dos ganhos do final de 2017.

O Bitcoin Cash está atualmente em uma grande tendência de baixa. Ele estabeleceu um grande apoio em US $ 820 e uma grande resistência em US $ 855. Apesar do rápido recuo em sua baixa de três meses, o BCH / USD pode ver mais ações adversas no final do dia no momento de baixa. Há uma falta de catalisadores para enviar o Bitcoin Cash de volta à sua resistência e reverter a tendência atual.

No lado positivo, o Bitcoin Cash precisa superar sua resistência para subir até o próximo nível crítico, a US $ 875. Uma aproximação de US $ 1.000 mais uma vez é improvável no curto prazo. No lado negativo, uma quebra abaixo do suporte de US $ 820 geraria outra tendência de baixa que poderia empurrar o BCH / USD para US $ 800. Tradingview

Quanto aos técnicos, o MACD indicador está enviando um sinal de alta de curto prazo para o preço em dinheiro Bitcoin. O indicador RSI mostra que o Bitcoin Cash está em território de sobre-compra. O volume de negociação aumentou gradualmente, mas a pressão de compra não é alta o suficiente para causar uma grande correção.

Olhando para os indicadores técnicos:

  • MACD por hora – Sinal de alta

  • RSI por hora – Bitcoin Dinheiro em território de sobre-compra [19659004] Nível de resistência – $ 855

  • Nível de suporte – $ 820

Imagem destacada: Depositphotos / © leungchopan

Se você gostou deste artigo Clique para compartilhar

Bitcoin afunda 20,9% e tem pior semana em 3 anos – 03/02/2018 – Mercado


Não foram só os mercados acionários que tiveram uma semana ruim. O bitcoin, criptomoeda que se valorizou 1.403% no ano passado, despencou 20,9% nos últimos cinco dias, em meio a preocupações com aumento da regulação sobre as moedas virtuais no mundo. No ano, a queda já alcança 40,1%.

Nesta sexta (2), a criptomoeda atingiu o valor mínimo de US$ 7.614, mas conseguiu se recuperar e fechou cotada a US$ 8.569 –o menor preço registrado desde 24 de novembro do ano passado.

O temor de que esse mercado seja regulado preocupa investidores. Na quinta-feira (1º), a Índia prometeu proibir o uso de criptomoedas, em uma decisão que acompanha China e Coreia do Sul na promessa de impedir essas transações.

Os dois últimos países estão entre os principais mercados de bitcoins e outras moedas virtuais.

O G20, grupo que reúne as economias mais desenvolvidas, também deve discutir uma estrutura regulatória mundial para as criptomoedas na conferência que realizará em março. O objetivo é introduzir regras que protejam os investidores e previnam atividades ilícitas.

A queda desta semana trouxe o valor de mercado total das criptomoedas para cerca de US$ 409 bilhões, metade da máxima alcançada em janeiro, de acordo com informações do site Coinmarketcap.com.

A preocupação acabou contaminando outras moedas. A ethereum caiu 13,5% e a ripple recuou 26,9% na semana. Não são só governos e organismos multilaterais que estão apertando o cerco contra moedas virtuais. Na terça (30), o Facebook disse que vai banir anúncios que promovam produtos financeiros e serviços atrelados a criptomoedas, assim como ofertas iniciais de moedas.

Além da questão regulatória, ataques hackers têm preocupado investidores.

Na semana passada, a Bolsa de criptomoedas Coincheck, sediada em Tóquio, informou que sofreu um roubo de 58 bilhões de ienes (cerca de R$ 1,7 bilhão) em moedas NEM.

O fato reforçou preocupações de segurança. A Coincheck disse que vai devolver os recursos a cerca de 260 mil donos de moedas em ienes.