Operadora de LA enfrenta acusação de operação ilegal de moeda fiar para bitcoin


Uma operadora de Bitcoin em Los Angeles, Califórnia, está enfrentando um processo judicial por supostamente administrar um negócio de transmissão multimilionária sem registro de dinheiro para bitcoin, a NBC LA reportou ontem, 11 de junho.

Sob o pseudônimo de “Bitcoin Maven”, Theresa Tetley, 50, supostamente ganhou pelo menos $300.000 por ano com seu negócio no mercado negro, que foi executado entre 2014 e 2017 através de uma listagem no localbitcoins.com. O gabinete do procurador nos EUA alegou que “Maven” trocou entre $6 e $9,5 milhões no curso de suas operações.

O caso é supostamente considerado o primeiro desse tipo no sul da Califórnia.

Tetley se declarou culpada das acusações federais de operar um negócio de transmissão de dinheiro não registrado, bem como de conduzir uma transação financeira que os promotores alegam estar envolvido com o produto do tráfico de drogas.

Nos documentos judiciais, os promotores acusam Maven de “abastecer” um sistema financeiro do mercado negro (…) que propositadamente e deliberadamente existia fora da indústria bancária regulamentada “.

O governo está buscando uma sentença de 30 anos de prisão pelo crime federal, com o auxílio de defesa de Tetley brigando por um prazo reduzido de um ano.

Promotores federais ainda pedem uma ordem de confisco por 40 Bitcoin (cerca de $ 269.600 no momento da publicação), além de $292.264 e 25 barras de ouro sortidas que foram apreendidas 30 de março.

Os promotores adiaram a sentença na segunda-feira, 11 de junho, e ainda não anunciaram uma data remarcada.

O Departamento da Rede de Execução de Crimes Financeiros do Tesouro (FinCEN) dos EUA regula transações de criptomoeda sob a legislação existente para transmissores de dinheiro.

Desde 2011, os operadores e administradores de criptomoedas dos EUA foram sujeitos à Lei de Segredos do Banco (BSA). Em 2013, o FinCEN emitiu orientações adicionais esclarecendo que eles são obrigados a registrar-se como empresas de serviços monetários (MSB) e cumprir medidas contra lavagem de dinheiro (AML) e um conjunto de salvaguardas internas visando a prevenção do crime financeiro.



Você deve estar logado para postar um comentário